Cotações
Ver todas

Notícias

06 de janeiro de 2017, 15:30

Em visita ao Hospital da Mulher, Eduardo Salles afirma que unidade vai ser referência

18348c6a-cea5-477e-8d96-c447ed9e8c49

Na segunda-feira (9), as mulheres baianas passam a contar com atendimento do Hospital da Mulher, construído pelo governo do estado, no Largo de Roma, em Salvador. A unidade vai oferecer consultas nas especialidades de ginecologia e mastologia, reprodução humana, oncologia e procedimentos relacionados à violência sexual.

Para conhecer toda a estrutura da nova unidade hospitalar, o deputado estadual Eduardo Salles visitou, ao lado do secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, da parlamentar Fabíola Mansur e médicos, as instalações do Hospital da Mulher, que possui 136 leitos, dos quais 97 são destinados à enfermaria, 10 UTI’s (Unidade de Terapia Intensiva) e 29 para o hospital-dia.

Serão 350 consultas por dia, 1.000 cirurgias por mês e previsão de 10 mil atendimentos mensais.  O investimento do governo estadual é de R$ 40 milhões, gerando 650 empregos. Em seu corpo técnico, o Hospital da Mulher vai ter 150 médicos em nove especialidades e um custeio anual de R$ 50 milhões.

“É muito bom ver uma estrutura como essa para beneficiar a saúde das mulheres. Parabenizo o governador Rui Costa e o secretário Fábio Vilas Boas pelo investimento. Sem dúvida o Hospital da Mulher vai ser referência no mundo inteiro”, declarou Eduardo Salles.

A Secretaria Estadual de Saúde vai investir R$ 280 milhões de custeio no Hospital da Mulher, HGE 2, Hospital Geral da Chapada Diamantina, em Seabra, e o Hospital Regional da Costa do Cacau, em Ilhéus.

 

05 de janeiro de 2017, 16:01

Deputado Eduardo Salles acompanha reunião com ministro da Saúde em Salvador

70dbbcef-8e3c-45fd-8b71-90220d3833cf

Na manhã desta quinta-feira, o deputado estadual Eduardo Salles participou de uma reunião fechada com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros, do governador do estado, Rui Costa, do vice-governador João Leão, do presidente do HAM (Hospital Aristides Maltez), Aristides Maltez Filho, o prefeito de Salvador, ACM Neto, o secretário de Saúde, Fábio Villas-Boas, a primeira dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais, Aline Peixoto e demais deputados presentes, para tratar questões sobre saúde. O encontro aconteceu na LBCC (Liga Baiana Contra o Câncer), mantenedora da unidade hospitalar.

Na oportunidade, o presidente do HAM agradeceu a presença do ministro e destacou a importância do trabalho que é feito pelo Hospital Aristides Maltez, que é referência na Bahia, e atende cerca de 240 municípios. Aristides Maltez Filho ainda reforçou que há uma necessidade da descentralização, para que os pacientes do interior da Bahia não precisem se deslocar até Salvador, havendo assim uma flexibilidade no atendimento.

Logo após, ponderações foram apresentadas pelos presentes. Ao final da reunião fechada, as autoridades seguiram para uma visita com o ministro, pelas instalações da liga, nas alas de oncologia pediátrica, UTI e radioterapia.

Em seguida, o deputado participou da apresentação do balanço das principais ações do ministério no ano de 2016, onde estiveram presentes prefeitos baianos e gestores de saúde. Ricardo Barros assumiu que o governo federal tem que investir em mais recursos, possibilitando aumentar a assistência no SUS (Sistema Único de Saúde) dos demais municípios brasileiros. Sobre o tema em questão, Eduardo Salles ponderou. “Um dos itens que mais precisam ser resolvidos para a população carente, é a questão da saúde”. Em ato, o ministro também assinou um convênio com diversos municípios da Bahia, inclusive com Tapiramutá.

6e0ad125-1bda-4005-a130-59d8d148a988

26 de dezembro de 2016, 10:21

Pavimentação asfáltica de avenida em bairro de Barra do Choça é concluída

ouro-verde

Foram concluídas, na última quinta-feira (22), as obras de recapeamento na Avenida Paulo Ramalho Grilo e na rua  Teopompo Bastos, em Barra do Choça. Conforme o cronograma de serviços, a rua Jovino Oliveira terá o serviço realizado nesta terça-feira (27). Ao longo deste ano, o deputado estadual Eduardo Salles e o prefeito Oberdan Rocha conseguiram a garantia de realização dos trabalhos de urbanização após audiências com o governador Rui Costa e o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

“Agradeço ao governador e ao secretário por compreenderem a importância dessa obra para o município e agora vamos acompanhar para que o serviço seja concluído nas outras ruas com a maior brevidade possível”, afirma Eduardo Salles.

O trecho que recebeu a obra de recapeamento tem extensão de 1,2 quilômetro de comprimento. Ao final das obras, serão dois quilômetros de ruas urbanizadas.

Eduardo Salles parabeniza o prefeito por conseguir melhorias até o último dia de mandato. “É muito bom encontrar gestores como Oberdan Rocha que, juntamente com os vereadores do nosso grupo político, continuam trabalhando com seriedade e afinco em prol da população. Eu seguirei atuando com eles e colocando meu mandato à disposição de Barra do Choça”, conclui.

21 de dezembro de 2016, 17:34

Secretário de Desenvolvimento Econômico recebe minuta da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa

 

dscn6851

Em audiência nesta quarta-feira (21), o deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar da Micro, Pequena e Média Empresa da Assembleia Legislativa da Bahia, Eduardo Salles, o vice-presidente da FIEB (Federação das Indústrias do Estado da Bahia), Carlos Gantois, o presidente da CIEB (Centro das Indústrias do Estado da Bahia), Reginaldo Rossi, e o secretário-executivo da Frente Parlamentar, Luiz Sande, entregaram a minuta do Projeto de Lei Geral Estadual da Micro e Pequena Empresa da Bahia ao secretário estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jorge Hereda, e ao superintendente de Desenvolvimento de Empreendimentos, Paulo Ferraro.

A proposta dos componentes da Frente Parlamentar é que o secretário e sua equipe da SDE avalie a minuta e possa fazer contribuições ao texto que deve ser encaminhado ao governador Rui Costa ainda no início do ano de 2017.
“Solicitamos que a SDE nos dê um parecer sobre o que pode ser aperfeiçoado ou melhorado. Entretanto, expliquei ao secretário que nosso texto contempla quase todos os aspectos referentes a micro e pequenas empresas no nosso estado”, explica Eduardo Salles.

A Lei Geral Estadual das Micro e Pequenas Empresas deve beneficiar cerca de um milhão de empreendedores baianos e é classificada por Eduardo Salles como “um marco para o setor” por tratar de diversos pontos que pretendem oferecer melhores condições ao segmento.

O texto regula, por exemplo, as taxas, incentivos e benefícios fiscais diferenciados, simplifica os processos de abertura, alteração e baixa da empresa, regulamenta o parcelamento de débitos relativos aos tributos estaduais, dá preferência nas aquisições de bens e serviços nas licitações promovidas pelo governo estadual, permite a dupla visita da fiscalização orientadora e garante juros mais baixos nas instituições financeiras administradas pelo estado.

O vice-presidente da FIEB, Carlos Gantois, destacou a importância da lei. “As micro e pequenas empresas são a mola mestra e fundamental para a economia e com capacidade de oferecer sustentabilidade para o desenvolvimento regional. Precisamos viabilizar oportunidades de inovação e desenvolvimento para estas empresas e garantir a geração de emprego e renda”, ponderou.

A iniciativa da Frente Parlamentar ao encaminhar o texto à SDE foi elogiada por Jorge Hereda, que revelou a busca por alternativas para auxiliar as micro e pequenas empresas. “A Lei Geral é muito bem-vinda neste momento e o trabalho que já foi feito pela Frente Parlamentar na construção desse texto já nos faz avançar algumas etapas nesse trabalho. Nós sempre seremos aliados da geração de emprego e renda. Vamos analisar o material”, afirmou o secretário.

Eduardo Salles ainda destacou que durante a elaboração do texto, o conselho da Frente Parlamentar analisou os estatutos das micro e pequenas empresas já existentes em oito estados brasileiros e também inseriu pontos que não estão contemplados na lei federal. “O texto retira os empecilhos que impedem os micro e pequenos empresários de avançarem em seus negócios”, conclui.

20 de dezembro de 2016, 14:09

Edital de seleção para extensionistas rurais será publicado em janeiro, garante Bahiater

extensionistas-rurais

O edital do processo seletivo para técnicos extensionistas rurais, realizado por meio de REDA (Regime Especial de Direito Administrativo), está previsto para ser lançado em janeiro de 2017, segundo divulgado pela Bahiater (Superintendência de Assistência Técnica Extensão Rural), vinculada à SDR (Secretaria de Desenvolvimento Rural). A contratação deve ocorrer no primeiro trimestre do ano.

Para o deputado estadual Eduardo Salles, membro da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia, a contratação de técnicos extensionistas rurais é fundamental às comunidades rurais do estado. “Ter um profissional para levar as novas tecnologias até o agricultor é essencial para o fortalecimento do setor e para promover ações que vão melhorar a qualidade de vida das famílias rurais”, afirmou o parlamentar.

De acordo com o superintendente da Bahiater, Ivan Fontes, o objetivo da seleção é fortalecer o novo modelo de oferta de serviços de Ater (Assistência Técnica Extensão Rural), que vem sendo adotado pela superintendência. “Esse modelo, além de uma ampla articulação, envolvendo instituições governamentais, organizações sociais e secretarias municipais de Agricultura, tem o atendimento direto por parte da Bahiater, por meio de seu quadro funciona”, destacou.

17 de dezembro de 2016, 11:06

Termo de Compromisso é o pontapé inicial para construção da barragem de Casa Branca, em Mucugê.

O secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, assinou nesta sexta-feira (16), em Mucugê, na Chapada Diamantina, com representantes do Agropolo, o Termo de Compromisso de parceria com o governo estadual para iniciar os estudos necessários à construção da barragem de Casa Branca, projetada para armazenar 22,37 milhões de metros cúbicos de água numa área total inundada de 394 hectares.

O suporte hídrico oferecido pela barragem de Casa Branca vai permitir o acréscimo de 1.100 hectares de cultivo irrigado de hortaliças, café e frutíferas, representando a criação de 2.200 empregos diretos e 4.400 indiretos. A obra vai ser construída na região do Capãozinho.

Presente ao ato de assinatura, o deputado estadual Eduardo Salles disse que “a parceria entre produtores e governo permitirá o avanço da agricultura irrigada para pequenos, médios e grandes produtores, gerando empregos e dando sustentabilidade à toda a região”.

O Agropolo é o principal produtor de hortaliças do Nordeste e gera, em situação de normalidade hídrica, cerca de 6.000 empregos diretos, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Mais de 90% do plantio de batata inglesa na região ocorre no local, que também é o único produtor de tomate do tipo sweet grape do Nordeste.

Destaca-se também a produção de café de alta qualidade, premiados nacionalmente, videiras para produção de vinhos finos, morango, ameixa, citrus de mesa e outras fruteiras e flores.

Eduardo Salles participou desde o início das reuniões de trabalho, quando ainda era secretário estadual de Agricultura, que definiram a primeira parceria público privada da história da Bahia para a construção de uma barragem. “Este marco histórico abre uma série de oportunidades futuras para que esse modelo possa ser ampliado para diversas regiões do estado”, comemorou o parlamentar.

whatsapp-image-2016-12-17-at-10-58-12-am

whatsapp-image-2016-12-17-at-10-58-02-am

whatsapp-image-2016-12-17-at-10-57-41-am

whatsapp-image-2016-12-17-at-10-57-40-amTermo de Compromisso é o pontapé inicial para construção da barragem de Casa Branca, em Mucugê

15 de dezembro de 2016, 10:41

Equipamentos começam a ser instalados no Ponto Cidadão de Xique-Xique

whatsapp-image-2016-12-14-at-20-03-24

Os equipamentos necessários para o funcionamento do Ponto Cidadão de Xique-Xique começaram a ser instalados e o treinamento dos funcionários que vão trabalhar na unidade deve ser concluído nas próximas semanas. A chegada do material ocorre após audiência do deputado estadual Eduardo Salles e o prefeito Dr. Ricardo solicitaram ao secretário estadual de Administração, Edelvino Góes.

O Ponto Cidadão será responsável pela emissão de Carteira de Identidade, CPF (Cadastro de Pessoa Física), Carteira de Trabalho, antecedentes criminais e atendimento previdenciários aos servidores inativos do Estado e também vai agregar no espaço o SineBahia, posto de intermediação de mão de obra.

“A instalação desse equipamento é uma batalha que travei ao lado do prefeito Dr. Ricardo, do vice-governador João Leão, do deputado federal Cacá Leão, dos vereadores Genicássia, Fabinho e Gal e do presidente local do PP, Tantão. O equipamento vai oferecer mais comodidade e agilidade à população, que hoje precisa viajar 100 quilômetros até Irecê para a retirada de documentos”, afirma Eduardo Salles.

A SAEB (Secretaria Estadual de Administração) informou que após a inauguração do local serão emitidas mensalmente 1.100 Carteiras de Identidade, 660 CPFs, 660 Carteiras de Trabalho e 660 antecedentes criminais.

Para receber a unidade, a Prefeitura de Xique-Xique reformou o espaço onde irá funcionar o Ponto Cidadão e urbanizou a praça em frente por meio de emenda parlamentar do deputado federal Cacá Leão.

“Estou prestes a deixar o comando da administração municipal e fico muito feliz por ter a oportunidade de oferecer um serviço essencial e que sempre foi uma demanda da população”, destaca o preito Dr. Ricardo.

O deputado Eduardo Salles ressalta que o trabalho para levar mais desenvolvimento a Xique-Xique continuará firme. “Eu tenho um compromisso político com o município. Por isso, continuarei colocando o meu mandato à disposição, juntamente com o nosso grupo político, para levar conquistas à população”, garante Eduardo Salles.

15 de dezembro de 2016, 08:58

PEC para regulamentação da vaquejada começa a ser debatida no Senado

vaquejada

Aconteceu nesta quarta-feira (14) a primeira das cinco sessões de discussão para a votação em primeiro turno da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 50/2016, que busca regulamentar a prática da vaquejada em todo o território nacional. A proposta, de autoria do senador baiano Otto Alencar, foi aprovada no final de novembro na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado e passou a ser analisada em regime de urgência no plenário.

Presente à votação na CCJ do Senado, o deputado estadual Eduardo Salles, autor da lei que regulamenta a vaquejada e a cavalgada com prática desportiva e cultural na Bahia, disse estar confiante que a cultura do povo nordestino vai ser mantida.

“Acredito que podemos muito bem manter a tradição aliada ao combate aos maus-tratos e ao bem-estar animal. A lei baiana, de minha autoria, já sancionada, apresenta regras, baseada no que prega a ABVAQ (Associação Brasileira de Vaquejada), que permitem essa convivência pacífica”, conta Eduardo Salles.

O texto, apresentado após a decisão do STF, muda o artigo 225 da Constituição, que trata do meio ambiente, para descaracterizar a prática de crueldade associada ao esporte. No julgamento de ação do Ministério Público contra a lei que regulamenta as vaquejadas no Ceará, o relator, ministro Marco Aurélio, considerou haver “crueldade intrínseca” contra os animais.

O texto prevê que não serão consideradas cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que sejam manifestações culturais previstas na Constituição e registradas como integrantes do patrimônio cultural brasileiro. A condição para isso é que sejam regulamentadas em lei específica que garanta o bem-estar dos animais.

Página 10 de 69« Primeira...89101112...203040...Última »