Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "mosca negra"

16 de agosto de 2016, 11:36

Produção do inimigo natural da mosca negra é a esperança para recuperação da citricultura do Recôncavo e região de Rio Real

fundecitrus-mosca-negra-9

Nesta segunda-feira (15) foi anunciada pela SDR (Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural) a instalação de uma biofábrica para combate a mosca negra, inseto que ataca a produção de Citros. A unidade será instalada no SETAF (Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar) Recôncavo, em Cruz das Almas.

A ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), responsável pelo projeto, prevê que a produção inicie em outubro com a produção em larga escala de insetos que são inimigos naturais da mosca negra. A instalação vai gerar cerca de um milhão de insetos predadores que serão soltos em toda a Bahia, mas preferencialmente no Recôncavo (Cruz das Almas) e Litoral Norte (Rio Real), maiores produtores de citros.

A utilização do inimigo natural da mosca negra pretende diminuir a utilização de agrotóxico no controle da praga, que ameaça as plantações de laranja, manga, mamão e uva, entre outras espécies de plantas.

ACOMPANHAMENTO 

O deputado estadual Eduardo Salles participou, há três semanas, a pedido do ex-prefeito e candidato à Prefeitura de Rio Real, Carroça, e dos candidatos a prefeito e vice-prefeito de Cruz das Almas, Orlandinho e Max Passos, respectivamente, de audiência com o diretor-geral da ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), Marcos Vargas.

Na pauta do parlamentar, a solicitação de atenção especial ao combate da mosca.  Eduardo Salles explicou que em função da praga, os citricultores de Rio Real estavam trocando o plantio de citros por milho, cultura que emprega menos mão de obra.

“Fui solicitar à ADAB apoio no controle e combate à mosca negra, pois precisamos, o mais rápido possível, travar uma verdadeira guerra contra esta praga que tem dado tanto prejuízo às famílias que vivem da citricultura, principalmente nas regiões de Rio Real e Cruz das Almas”, explicou o parlamentar.

Durante a audiência ficou acertado uma reunião com os agricultores, técnicos da ADAB e o deputado em Rio Real e Cruz das Almas.

26 de julho de 2016, 11:29

Audiência na ADAB debate formas de combate à praga que prejudica citricultores de Rio Real e Cruz das Almas

13658947_10201773952227230_2308753232869770489_n

Encontrar ferramentas para combater a mosca negra, praga que tem trazido prejuízos aos citricultores de Rio Real, no Litoral Norte, e Cruz das Almas, no Recôncavo, foi o tema da audiência ocorrida nesta segunda-feira (25) entre o deputado estadual Eduardo Salles, o diretor-geral da ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), Marcos Vargas, o diretor de Defesa Sanitária Vegetal, Armando Sá, e a coordenadora do Projeto Fitossanitário de Citros, Suely Brito. Estavam presentes também o ex-prefeito de Rio Real, Carroça, e os vereadores Cheiro Brás e Nino de Zé Bonfim.

Em função da praga, os citricultores de Rio Real têm trocando o plantio de citros por milho, cultura que emprega menos mão de obra. “A agricultura é um setor fundamental à economia da região. A mosca negra pode causar um prejuízo incalculável e precisamos de uma força tarefa para não permitir esse caos”, disse Eduardo Salles.

Conforme as explicações de Suely Brito, a mosca negra entrou na Bahia oriunda do Espírito Santo e afetou as plantações de laranja e outros tipos de tipos de vegetal, como mangueira e cajueiro.

“A falta de assistência técnica traz desinformação aos produtores”, reclama o parlamentar. O deputado propôs a instalação de biofábricas no Litoral Norte e Recôncavo para o controle biológico da mosca negra, além da utilização de produtos químicos para serem doados aos pequenos agricultores e estímulo à compra para médios e grandes. “Seriam medidas ideais para exterminar essa praga”, ressalta Eduardo Salles.

“Sugeri que o governo adquira o inseto predador natural da mosca negra de biofábricas existentes até que possamos produzi-las. Propus também um plano de emergência fitossanitário, orientado pela ADAB, para que os pequenos produtores e associações fossem preparados para combater a praga”, explicou o parlamentar.

Ficou acordado a realização de encontro em Rio Real no mês de agosto para a mobilização dos agricultores do Litoral Norte para elaborar um cronograma de ação para combater a mosca negra. Uma audiência será marcada também em Cruz das Almas.