Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "Margarete do Abrigo"

11 de abril de 2016, 12:50

SAC Móvel vai atender em Ipiaú após solicitação de Eduardo Salles e Margarete do Abrigo

IMG-20160411-WA0005

Fruto de uma solicitação da vereadora Margarete do Abrigo e do deputado estadual Eduardo Salles, por meio de ofício encaminhado à primeira-dama do Estado, Aline Peixoto, a carreta do SAC Móvel vai atender em Ipiaú nos dias 24 e 25 de abril.

Os moradores do município terão acesso a emissão de Carteira de Identidade, CPF, recadastramento de pensionistas do Estado, antecedentes criminais e registro de críticas, denúncias, elogios, orientações, reclamações, solicitações e sugestões em relação aos serviços prestados pelo governo estadual estarão disponíveis.

A SAEB (Secretaria Estadual de Administração) deve informar nos próximos dias onde a carreta do SAC Móvel vai ficar estacionada para atendimento da população.

21 de março de 2016, 19:20

Acordo garante manutenção de 1.000 empregos em Itagibá e região

IMG-20160321-WA0028Depois de meses de expectativa e preocupação, cerca de 1.000 trabalhadores que têm seus postos de trabalhos ligados de forma direta e indireta à Mineradora Mirabela, instalada no município de Itagibá, podem dormir com tranquilidade. “É um dia histórico para a região. A perda desses empregos seria uma catástrofe”, disse o deputado estadual Eduardo Salles.

Em reunião no final da tarde desta segunda-feira (21), na SDE (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), um acordo foi selado entre representantes da Mirabela, sindicalistas, parlamentares e o secretário Jorge Hereda.

Os deputados estaduais Fabíola Mansur, Fabrício Falcão e Euclides Fernandes, além de representante dos deputados federais Bebeto Galvão e Daividson Magalhães, que não puderam comparecer por compromisso assumidos em Brasília, também participaram da reunião.

A empresa concordou com a proposta do governo do estado sobre a devolução dos créditos tributários. “O governador é um dos grandes responsáveis por esse acordo sair. Além da Mirabela. Todos cederam e conseguimos, dentro da responsabilidade, garantir a manutenção das atividades”, explicou o secretário.

Eduardo Salles acompanhou desde o início as negociações para evitar o fechamento da empresa. “A crise no preço das commodities fez despencar o valor do níquel, e fez com que o custo de produção ficasse maior. A Mirabela não podia mais trabalhar com essa diferença”, acrescentou o deputado.

No último dia 17, em audiência com o presidente da CODEBA (Companhia de Docas da Bahia), José Rebouças, Eduardo Salles mediou acordo para a Mirabela realizar o embarque de níquel agora em março e voltar a ter benefício para utilizar o porto de Ilhéus.

Na sexta-feira (18), em conversa com Maryse Belanger, presidente da Mirabela, Eduardo Salles a convenceu a prorrogar até quarta-feira (23) o aviso prévio dos funcionários, que venceria no domingo (20). “Desta forma ganhamos tempo para firmar o acordo, selado nesta segunda-feira”, justificou.

A única modificação que a empresa pretende fazer é terceirizar os funcionários da área de transporte, mas Milson Muden, diretor financeiro da Mirabela, garante que vai aproveitar os trabalhadores hoje nos cargos e aumentar o número de postos de trabalho.

“Estamos convicto de que é uma boa proposta”, frisou Irailson Warveaux, conhecido como “Gazo”, diretor do SINTEPAVE (Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem da Bahia).

Aurelino Santos, da FETIN (Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos e Mineradores da Bahia) parabenizou os deputados. “Quero agradecer em espacial a Eduardo Salles, que ajudou desde o início e nunca deixou de nos apoiar para evitarmos que esses postos de trabalho fossem perdidos”, agradeceu o sindicalista.

“Não só os trabalhadores da Mirabela, de forma direta ou indireta, vão dormir tranquilos hoje. Toda uma região vai respirar aliviada. Apenas o comércio de Ipiaú, caso a mineradora fechasse, perderia R$ 1 milhão em circulação. Isso significaria um caos com desemprego em massa”, declarou Eduardo Salles.

“Tivemos muito cuidado de nunca partidarizar essa luta, desde a audiência pública ocorrida em Ipiaú, por iniciativa da vereadora Margarete do Abrigo e que eu pude apoiar. Não existe pai da criança. Todos nós juntos somos vencedores”, celebrou o parlamentar.

Para concluir, Milson e o representante de 98,5% dos acionistas da Mirabela, Doug Flannery, que veio de Nova Iorque para a reunião, explicaram que a empresa pretende em 2017 explorar o níquel laterítico, gerando mais 200 postos de trabalho.

Estiveram presentes também à reunião Paulo Sérgio Ferraro, Luiz Gonzaga e Eduardo Sampaio, superintendente e assessores da SDE.

 

17 de março de 2016, 15:31

Eduardo Salles media acordo entre Mirabela e CODEBA para tentar evitar fechamento da mineradora

CODEBA

A agenda do deputado estadual Eduardo Salles está completamente direcionada à tentativa de conversar com técnicos do governo e representantes da Mirabela Mineradora para tentar evitar o fechamento da empresa e a perda de 1.000 postos de trabalho, entre diretos e indiretos. Os funcionários receberam aviso prévio e o prazo encerra no dia 20 de março.

Durante toda a semana o parlamentar cancelou compromissos de viagem para debater em diversas instâncias. Nesta quinta-feira (17) o parlamentar teve audiência com José Muniz Rebouças, presidente da CODEBA (Companhia de Docas do Estado da Bahia), para alinhar um acordo entre o órgão e Mirabela que permita à empresa voltar a ter benefícios no embarque das cargas de níquel no porto de Ilhéus e consiga embarcar produtos nos próximos dias.

“Posso até não conseguir resolver o problema por uma série de motivos que fogem da minha alçada, mas não vou ficar quieto sabendo que cerca de 1.000 trabalhadores podem perder seus empregos. Sou o deputado estadual votado na região e tenho a obrigação de representar esses municípios”, disse Eduardo Salles.

Durante a audiência com Rebouças, Eduardo Salles falou, por telefone, com um diretor da empresa confirmando a proposta do presidente da CODEBA, que é a divisão em três parcelas do débito não-discutível, enquanto que a dívida discutível será decidida de forma judicial.

“A proposta aprovada por ambas as partes para o embarque da próxima carga da Mirabela pelo Porto de Ilhéus é que a empresa efetive o pagamento da primeira parcela das três do débito não-discutível. Esse foi o acordo que firmamos na reunião”, esclarece Salles.

“O presidente da CODEBA assumiu também o compromisso de estudar qual será o benefício oferecido à Mirabela para a empresa continuar a embarcar suas cargas no porto de Ilhéus e não onerar tanto seus custos de produção”, acrescentou o parlamentar.

A empresa alega que em função da queda internacional do preço do níquel em mais de 50%, precisa reduzir os gastos inerentes a garantia da competitividade internacional.

Outra solicitação da Mirabela é a manutenção dos custos de embarque com o benefício que eles tinham até dezembro de 2014. “São pontos importantes para que consigam superar esse momento difícil”, contou.

“A proposta do governo estadual tende a ser aceita pela Mirabela. A outra boa notícia é que é provável que siga a comercialização internacional de níquel por parte da empresa, o que viabiliza a manutenção dos empregos”, revelou.

O parlamentar está durante todo o dia em contato com a diretoria e a presidência da Mirabela. “A minha proposta é que caso não consigamos fechar esse acordo em tempo hábil, sejam prorrogados os avisos prévios e possamos na próxima semana, com a participação de todos os envolvidos, assinar o acordo”, propõe Salles. “Não podemos é prejudicar os trabalhadores”, acrescentou.

AUDIÊNCIA PÚBLICA

No último dia 7 de março, em Ipiaú, a vereadora Margarete do Abrigo, com o apoio do deputado estadual Eduardo Salles, realizou audiência pública para tratar da questão do encerramento das atividades da Mirabela na região.

A audiência foi proposta e aprovada por unanimidade pela Comissão de Indústria, Comércio da Câmara de Ipiaú, composta por Margarete do Abrigo, Orlando Santos, Milton Santa Cruz e Jô da ABB. “Foram convidados todos os deputados federais e estaduais independente de bandeira partidária”, lembra Eduardo Salles. Estiveram presentes a deputada estadual Fabíola Mansur e os parlamentares federais Bebeto Galvão e Davidson Magalhães, que já vinham envolvidos no assunto desde o começo.
Prefeitos e vereadores de municípios vizinhos, sindicatos e representantes da sociedade civil também marcaram presença na audiência pública.

“Estamos em um movimento suprapartidário. Nesta luta todos os deputados votados na região estarão juntos com um só objetivo que é encontrar caminhos para a manutenção da operação da mineradora e consequentemente dos empregos”, afirmou na ocasião o deputado estadual Eduardo Salles.

O fechamento da Mirabela, instalada em Itagibá, vai impactar na economia do município. Ipiaú, Ibirataia e Barra do Rocha devem sofrer os impactos do término das atividades, acredita o parlamentar.

“Apenas na economia de Ipiaú, conforme a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) local, deixarão de circular R$ 1 milhão. É claro que o desemprego vai ser inevitável”, preocupa-se o deputado estadual.