Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "Itanhém"

21 de junho de 2016, 11:33

Eduardo Salles apresenta denúncia ao MPE cobrando melhoras das operadoras de telefonia em 30 municípios

 

DSCN2555

Com a intenção de melhorar a qualidade dos serviços de telefonia móvel na Bahia, o deputado estadual Eduardo Salles apresentou nesta terça-feira (21) denúncia ao MPE (Ministério Público Estadual) contra as operadoras Vivo, Tim, OI e Claro em 30 municípios do Estado. O parlamentar alega que as empresas falham na prestação de serviços essenciais e o atendimento aos assinantes é deficiente.

O deputado denunciou as operadoras por má prestação de serviços em Baixa Grande, Planaltino, Curaçá, Paratinga, Lagedo do Tabocal, Mucugê, Barra do Choça, Bom Jesus da Lapa, Xique-Xique, Tapiramutá, Ipiaú, Ilhéus, Ibirataia, Ponto Novo, Rio Real, Bonito, Luís Eduardo Magalhães, Piritiba, Caatiba, Itanhém, Juazeiro, Morro do Chapéu, Casa Nova, Itaguaçu da Bahia, Nazaré, Riachão do Jacuípe, Amargosa, Santana, Itaetê e Maraú.

“As operadoras têm descumprido obrigações legais e causam danos materiais e morais a milhares de consumidores”, reclamou Eduardo Salles. “Aqui na Bahia, principalmente no interior, é comum enfrentar problemas, como sinal inconstante, ligações que não são completadas e mau funcionamento da internet 3G”, acrescentou o deputado.

A denúncia protocolada pelo parlamentar requer punição às quatro empresas por não prestarem o serviço contratado e oferecerem atendimento de má qualidade. Eduardo Salles solicita ainda a instalação de antenas nos municípios e seus distritos.

“As operadoras são concessionárias de serviço público, portanto, têm obrigação de oferecer serviço de qualidade”, alertou Eduardo Salles.

DESCUMPRIMENTO DE CRONOGRAMA

Em 2015, Eduardo Salles ofereceu representação no MPE contra a Claro. A justificativa é que a operadora descumpriu o cronograma de cobertura de telefonia celular e fixa e dados na área rural na Bahia, conforme determina o edital vencido pela empresa em dezembro de 2012 e o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) assinado em 2014 após a CPI da Telefonia realizada na Assembleia Legislativa da Bahia.

“Eu quero que a Claro cumpra o que determina a licitação que ela venceu. Estou cobrando apenas o cumprimento do que foi assinado pela empresa. O edital tem que ser honrado. A população baiana não pode ficar no prejuízo”, cobrou Eduardo Salles.

29 de abril de 2016, 15:00

Deputado agenda audiência para tratar de demandas de Itaetê, Itanhém e Bonito

cerb

Foi agendada pelo deputado Eduardo Salles para a manhã da sexta-feira (29), audiência com o presidente da CERB (Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos na Bahia), Marcus Bulhões, para tratar de assuntos relacionados aos municípios de Itaetê, Itanhém e Bonito. Estavam presentes o ex-prefeito de Itaetê, Bolota e o pré-candidato a prefeitura do município, Valdes Brito.

Para Itaetê, foi solicitada recuperação do sistema de abastecimento de água do povoado de Bananeiras. O sistema atende aproximadamente a mil pessoas. O presidente da CERB se comprometeu a enviar um técnico para verificar as condições do sistema e reativar o dessalinizador em caráter emergencial.

Com relação a Itanhém, foi solicitada instalação de poços artesianos nas comunidades de Sítio de Santa Maria e Poço de Arrudas. Bulhões afirmou que a autorização já foi liberada e será definida a data para a realização do serviço com os técnicos responsáveis.

Também foi solicitada instalação de poços artesianos para o povoado de Rio das Lajes, em Bonito. Marcus Bulhões afirmou que já autorizou a concepção dos poços.

25 de abril de 2016, 14:36

Projeto de captação emergencial de água em Itanhém está em fase de conclusão

itanhém

Dez mil pessoas na sede de Itanhém estão sofrendo com problemas de abastecimento de água em suas casas. O rio Preto, responsável por abastecer o município, secou em função da falta de chuva ano passado, quando a precipitação foi de apenas 700 milímetros. A média é de 1.800 milímetros.
Para diminuir a falta de água, o abastecimento tem sido feito pela Embasa atualmente por meio de carro pipa, o que trouxe gastos de R$ 300 mil.

Em março, o deputado estadual Eduardo Salles, o prefeito Bentevi, o vereador Audrey, o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Renato Correia, e o líder comunitário, Paulo Renato, foram à SIHS (Secretaria Estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento) para audiência com o chefe da pasta, Cássio Peixoto, em busca de uma medida emergencial para o problema.

Após a solicitação do deputado, o projeto para captação de água na cabeceira da cachoeira na propriedade de Irineu Prudêncio deve concluir na próxima semana. Uma barragem está em construção no local.

Estão sendo utilizados 1,5 km de tubulação para conduzir a água até o local onde a captação é feita atualmente e partir deste local ser direcionada à estação de tratamento.

“A população estava passando aperto. Esta solução vem a calhar em um momento muito oportuno”, comemora Eduardo Salles.

20 de abril de 2016, 15:53

Retificação de projeto do frigorífico de Itanhém está em andamento, garante SEAGRI

itanhem 2
Solicitar informações sobre o andamento das obras do frigorífico de Itanhém foi a pauta da audiência do deputado estadual Eduardo Salles na SEAGRI (Secretaria Estadual de Agricultura).
Salles foi informado que a obra está passando por processos de efetivação de pagamento e de adaptação do projeto à área que receberá o equipamento.
Quando estiver pronto, o frigorífico de Itanhém vai ter capacidade de abater até 30 animais diariamente, mas o projeto permite ampliação, elevando o número de abates por dia para 100 cabeças.
“Essa é uma obra importante para Itanhém e região porque vai garantir à população carne saudável livre de doenças como brucelose, salmonelose e tuberculose. O equipamento é de primeiro mundo e se adéqua à portaria nº 304 do Ministério da Agricultura”, concluiu Eduardo Salles.

17 de março de 2016, 14:41

Itanhém conta com apoio do deputado para conseguir ligações elétricas para zona rural

itanhem

Na busca efetivar o sonho da energia elétrica em diversas comunidades da zona rural de Itanhém, o deputado Eduardo Salles esteve na superintendência de Energia e Telecomunicações da SEINFRA (Secretaria Estadual de Infraestrutura) acompanhado do prefeito, Bentivi, e do vereador Audrey.
Segundo o superintendente, Silvano Ragno, estão previstas 33 mil ligações para a Bahia em 2016, através do programa Luz Para Todos. Em Itanhém, a superintendência já sinalizou instalações em cinco localidades, escolhidas com base em critérios sociais e de custo por unidade.
“Eu e os representantes do município sugerimos que a comunidade do Córrego da Água Fria também fosse incluída na lista de sinalizações para esse ano, pois lá existe uma escola que ainda funciona sem energia elétrica”, conta o deputado. De acordo com Silvano Ragno, a presença da instituição é um fator que conta pontos a favor da questão social. Ele se comprometeu a indicar a inclusão da comunidade na lista.
Também participaram da audiência o presidente da CDL de Itanhém, Renato Correia, e o presidente da Associação dos Produtores do Córrego do Taquaraçu.

16 de março de 2016, 15:57

Itanhém: SIHS estuda como captar de forma emergencial água do córrego Dantas

itanhém

Dez mil pessoas na sede de Itanhém estão sofrendo com problemas de abastecimento de água em suas casas. O rio Preto, responsável por abastecer o município, secou em função da falta de chuva ano passado, quando a precipitação foi de apenas 700 milímetros, quando a média é de 1.800 milímetros. 

Para dirimir a falta de água, o abastecimento tem sido feito pela Embasa atualmente por meio de carro pipa. “Já foram gastos R$ 300 mil”, alerta o prefeito Bentevi. “Na última semana, postos de saúde e escolas tiveram que ficar sem funcionar”, acrescentou o gestor.

O deputado estadual Eduardo Salles, Bentevi, o vereador Audrey, o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Renato Correia, e o líder comunitário, Paulo Renato, foram nesta quarta-feira (16) à SIHS (Secretaria Estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento) para audiência com o chefe da pasta, Cássio Peixoto.

A intenção foi pedir ajuda da SIHS para uma medida emergencial que garanta água nas residências e órgãos públicos. “Propomos que a Secretaria disponha sete quilômetros de tubulação, o que vai permitir captar água do córrego Dantas e abastecer a população”, explica Eduardo Salles.

“Não podemos esperar o projeto da Embasa, de captação do rio Água Fria. A situação é emergencial”, falou Audrey.

O secretário determinou que já nesta quinta-feira (17) um técnico da CERB (Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia) vá a Itanhém fazer o estudo de como captar do córrego Dantas.

“Queremos resolver essa situação com total urgência”, garantiu Cássio Peixoto. “Resolver esse problema é uma preocupação que compartilho com o deputado estadual Robinho, e os parlamentares federais Mário Júnior e Ronaldo Carleto”, concluiu Eduardo Salles.

16 de março de 2016, 10:16

Solicitações de poços artesianos para Itanhém, Paratinga e Bonito são feitas à CERB por Eduardo Salles e prefeitos

dentro da matéria (1)

Na tarde desta terça-feira (15), o deputado estadual Eduardo Salles se reuniu com o presidente da CERB (Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia), Marcus Bulhões, para buscar soluções sobre problemas de abastecimento de água em Paratinga, no Oeste, Bonito, na Chapada Diamantina, e Itanhém, no Extremo Sul.

O prefeito de Paratinga, Zequinha Dourado, solicitou, junto ao deputado, a perfuração e construção de seis poços artesianos nos povoados da zona rural. Juntos, eles vão beneficiar mais de 500 famílias que moram em Pereiros do Mucambo, Malhadinha do Paulista, Poção do Santo Antonio, Cipó, Garapa e Zezé.

A solicitação do prefeito Edinho, de Bonito, foi a retomada do serviço para finalizar o poço artesiano de Alto de Sossego, interrompida após uma forte chuva que atingiu a região. Além da perfuração dos poços de Rio dos Lajes e Cristal.

A última reunião ocorreu com o prefeito de Itanhém, Bentivi. Na pauta, estavam a perfuração e construção de poços artesianos no Santa Rita do Planalto, que vai beneficiar mais de 50 famílias. Além do andamento da construção do poço no povoado de Arrudas.

Mais cedo, Bentevi e Eduardo Salles, em reunião no gabinete do parlamentar, decidiram que era necessário decretar Estado de Emergência no município para conseguirem celeridade na resolução da crise hídrica. “Nesta semana um funcionário da Secretaria Estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento vai ao município avaliar o projeto emergencial”, disse o parlamentar.

Esteve presente também os vereadores de Paratinga, Zé de Mariano e Ênio Almeida; de Itanhém, o vereador Audrey, o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Itanhém), Renato Correia, o líder comunitário, Paulo Renato, e o presidente da Associação de Produtores do Córrego de Taquaraçu, Manoel Carlos Costa.

10 de dezembro de 2015, 10:41

Eduardo Salles solicita a novo secretário estadual de Agricultura conclusão de frigoríficos

Preocupado com a finalização da construção de frigoríficos no interior baiano, o deputado Eduardo Salles conversou, nesta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa da Bahia, com o novo secretário estadual de Agricultura, Vitor Bonfim. O parlamentar solicitou apoio para agilizar as obras em 13 municípios, entre eles os de Bom Jesus da Lapa, Morro do Chapéu e Itanhém.

Os projetos foram iniciados quando Salles era secretário da pasta e, segundo ele, o término é fundamental para impedir que o dinheiro público investido até agora seja perdido. “Esses frigoríficos ajudarão a garantir segurança sanitária à população e a evitar o consumo de carne abatida clandestinamente”, explica o deputado.

De acordo com o atual secretário, a expectativa é que o equipamento de Bom Jesus da Lapa seja inaugurado ainda no primeiro trimestre de 2016. Em relação ao de Morro do Chapéu, Vitor Bonfim explicou que há um erro na construção, mas que a empreiteira responsável será convocada para corrigir o problema. Já em Itanhém, o cancelamento da licitação será suspendido. O secretário afirmou que aguarda apenas posicionamento da PGE (Procuradoria Geral do Estado) para dar continuidade ao processo.

“Durante todo o ano de 2015 lutei para resolver essa questão. Fiquei feliz depois da conversa com o secretário, pois percebi que ele tem sensibilidade e conhece a necessidade de entregarmos essas obras”, conta Salles.