Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "ex-prefeito"

14 de julho de 2016, 15:31

Licitação do projeto executivo para recuperação da BA-245 ocorre ainda em 2016, garante SEINFRA

DSCN3072

Em mais uma audiência entre o deputado estadual Eduardo Salles e o ex-prefeito de Itaetê, Bolota, com o secretário estadual de Infraestrutura (SEINFRA), Marcus Cavalcanti, a dupla foi informada que a licitação do projeto executivo para a recuperação da BA-245, entre Marcionílio Souza e o entroncamento da BA-142 (Andaraí/Mucugê), passando pela sede de Itaetê, vai ocorrer ainda em 2016.

Cavalcanti garantiu que o contrato com o Banco Europeu já foi assinado e o dinheiro para a execução está garantido. “O projeto executivo é o primeiro passo para a recuperação da estrada. O segundo passo é a licitação da obra e depois o trabalho propriamente dito”, explica o secretário.

“É uma vitória porque estamos nesta luta há muito tempo. Infelizmente, por dificuldades financeiras decorrentes da crise econômica que afetou o governo estadual, não pudemos realizar anteriormente essa importante obra estruturante”, festejou Eduardo Salles.

“Atualmente Itaetê está praticamente isolada por causa da péssima condição da estrada”, lembra Bolota. “A recuperação da estrada deve ocorrer a partir de 2017”, esclarece Cavalcanti.

“A recuperação da estrada é fundamental à economia da Chapada Diamantina. Itaetê, Mucugê e Andaraí são municípios que recebem grande quantidade de turistas, o que gera emprego e renda”, disse.

URGÊNCIA

Enquanto a recuperação completa da rodovia não ocorre, Eduardo Salles e Bolota solicitaram a Marcus Cavalcanti melhorias, por meio de patrolamento, de 37 quilômetros da BA-245, trecho entre Itaetê e a BA-142 (Andaraí/Mucugê).

05 de abril de 2016, 16:39

Audiência pública debate possibilidade de instalação de novos cursos da UESB em Itapetinga e Vitória da Conquista

DSCN0898

A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa da Bahia realizou nesta terça-feira (5) audiência pública para debater a possibilidade de implantação pela UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) dos cursos de Medicina Veterinária, em Itapetinga, e Odontologia, em Vitória da Conquista.

O deputado Eduardo Salles, presidente da Comissão de Educação, reconhece o momento de dificuldade econômica do governo do estado, mas lembra que é importante iniciar o debate. “Neste momento há diminuição dos recursos. Mas acredito que colocarmos esse assunto em pauta agora permite que estejamos na frente quando o momento da economia for favorável”, explicou o parlamentar.

Herzem Gusmão, proponente da audiência pública, classificou a UESB como “maior patrimônio de Itapetinga”. Em relação ao curso de Odontologia em Vitória da Conquista, o parlamentar diz já existir gabinetes odontológicos na instituição.

Conforme Herzem, a solicitação do curso de Odontologia em Vitória da Conquista é um desejo antigo. “O ex-prefeito Gerson Salles enviou, em 1960, solicitação ao ex-governador Juraci Magalhães já com esse pleito”, revelou.

Michel Hage, lembrou que durante sua gestão conseguiu instalar campus da UESB no município graças à parceria com o governo do estado. “Foi na época do ex-governador Waldir Pires”, disse o ex-prefeito, acompanhado da filha, a ex-deputada Virgínia Hage.

Adriano Alcântara, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Itapetinga, citou que o município tem atualmente 960 mil cabeças de gado e possui uma das maiores densidades demográficas bovina (77 cabeças por quilômetro quadrado) do Brasil. “É apropriada e pertinente a criação do curso de Medicina Veterinária em Itapetinga”, declarou.

Vice-reitor da UESB, instituição que tem 1.150 docentes, 700 servidores, 10.000 alunos, 47 cursos de graduação, 26 cursos de mestrado e seis de doutorado, Fábio Félix esclareceu que são necessários ajustes no campus antes da aprovação dos cursos. “Ainda temos problema estruturais para resolver”, contou.

Eduardo Salles e Herzem Gusmão solicitaram ao vice-reitor a elaboração de um estudo que detalhe todos os custos para a instalação dos cursos. “Só poderemos agir efetivamente depois que soubermos o valor para o governo investir”, falou o presidente da Comissão de Educação.

Talamira Brito, pró-reitora da UESB, Márcia Lemos, presidente da ADUSB (Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) e “Tarugão”, vereador de Itapetinga.

09 de março de 2016, 18:07

Rio Real: Eduardo Salles e Carroça debatem com João Leão segurança pública, saúde e atração de empresas

O ex-prefeito Carroça, o vereador Cheiro Brás, o pré-candidato a vereador, José Emerson, e o assessor jurídico Raul Francis acompanharam o deputado estadual Eduardo Salles, na manhã desta quarta-feira (9), em audiência com o vice-governador em exercício, João Leão. Saúde, segurança pública e atração de investimentos para Rio Real foram os temas da reunião.

A comitiva pediu apoio do governador em exercício para conseguir, por meio da SESAB (Secretaria Estadual de Saúde), um aparelho de raio X para o Hospital Maternidade Maria Amélia. “É um reforço porque eu já tínha entregue esse pedido ao secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas”, lembra o parlamentar.

O equipamento atual tem 25 anos e foi adquirido na época da antiga Fundação Hospitalar. “O longo tempo do uso do raio X tem oferecido à população de Rio Real e Jandaíra um serviço precário. Os exames têm imagem ruim e não são todas as partes do corpo do paciente que conseguem ser radiografadas”, explicou o ex-prefeito Carroça.

João Leão assumiu o compromisso de encaminhar a solicitação ao secretário estadual de Saúde. Atualmente os pacientes têm se dirigido a Estância ou Aracaju, em Sergipe, ou Esplanada, na Bahia, para conseguir realizar o exame de imagem.

Outra solicitação da comitiva de Rio Real foi a melhoria na segurança pública. “Precisamos de mais efetivo, viatura e equipamentos para a Polícia Militar e Polícia Civil”, disse Carroça.

Quem participou da audiência também foi Aloísio Brasil, diretor da SUDIC (Superintendência de Desenvolvimento de Indústria e Comércio) para debater a possibilidade de conseguir um terreno onde possa ser instalado o distrito industrial de Rio Real.