Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "empregos"

19 de dezembro de 2017, 11:58

Eduardo Salles propõe à Comissão de Agricultura moção de repúdio contra decisão de importação de banana do Equador

COMISSÃO AGRICULTURA TERÇA-FEIRA 1

A Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia aprovou, por unanimidade, nesta terça-feira (19), a proposta do deputado estadual e presidente do colegiado, Eduardo Salles, de emitir uma moção de repúdio contra a publicação que regulamenta e autoriza a importação da banana do Equador. A medida foi concedida através da Instrução Normativa nº46, publicada no último dia 6 de dezembro no Diário Oficial da União.

O parlamentar esclarece que a medida apresenta risco de introdução de doenças em nosso país que colocariam sob ameaça a lavoura, além de prejuízos econômicos e na redução de postos de trabalho.  “A Bahia tem que ter isso como prioridade para preservar os empregos de milhares de pessoas que vivem do cultivo da banana no estado que é o segundo maior produtor do país, principalmente nas Regiões de Bom Jesus da Lapa, Irecê, Ponto Novo, Baixo Sul e Sul da Bahia”, esclareceu o deputado estadual Eduardo Salles.

A preocupação com a qualidade colocou Bom Jesus da Lapa como o maior produtor individual de bananas do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pelo Projeto Formoso, saem por ano em torno de 170 mil toneladas de banana nanica e prata. Isso representa 2,5% da produção nacional. A associação do Projeto é composta hoje por quase 800 produtores, a maioria da agricultura familiar.

Entre as preocupações do setor produtivo brasileiro está a presença do vírus BBrMV nas plantações do Equador, considerado uma praga quarentenária e que representa uma ameaça fitossanitária à produção brasileira. O vírus foi diagnosticado em agosto de 2013, após estudos da Embrapa.

Em agosto, o deputado Eduardo Salles esteve no Congresso Nacional, em Brasília, para chamar a atenção de deputados federais e senadores sobre o risco da importação de produtos agropecuários sem regras. “Chamamos a atenção para a necessidade de controle por meio da ARI (Análise de Risco de Importação). Pontuamos que o receio dos produtores se deve ao fato de que o Equador apresenta dez doenças de alto risco epidemiológico, segundo regras da Organização Mundial da Saúde Animal”, lembra.

Durante a Comissão, nesta terça-feira, ficou definido que serão encaminhados ofícios para o governador Rui Costa, secretário estaduais, além de deputados federais e senadores para alertar que a medida pode resultar em prejuízos à bananicultura brasileira. Os deputados aprovaram, também, que uma solicitação fosse encaminhada, imediatamente, à Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) para a elaboração de estudos para a segurança das propriedades.

“Com o documento já realizado sobre os riscos fitossanitários, vamos solicitar, assim que voltarmos do recesso parlamentar, uma audiência com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, acompanhados de lideranças do setor, para apresentarmos o estudo e discutir o impacto dessa decisão na agricultura brasileira”, disse Salles.

“O setor agropecuário tem sido, ao longo dos anos o grande responsável por alavancar a economia e gerar mais postos de trabalho no nosso país e precisa ter uma maior atenção dos governos. Não podemos, sob nenhuma hipótese, colocar em risco os bananais brasileiros, por meio das doenças, e os milhares empregos que são gerados na atividade”.

Estavam presentes os deputados Gika Lopes, Heber Santana e Antônio Henrique.