Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "Bahiafarma"

13 de junho de 2016, 16:40

Eduardo Salles participa de apresentação do teste de diagnóstico rápido da Zika

DSCN3364

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, veio a Salvador nesta segunda-feira (13) conhecer o primeiro teste de diagnóstico rápido do Zika Vírus e analisar a possibilidade de compra. O deputado estadual Eduardo Salles e o vice-governador da Bahia, João Leão, acompanharam a visita, que reuniu autoridades no SENAI Cimatec.

O teste de diagnóstico rápido vai ser produzido no Brasil exclusivamente pela Bahiafarma, que conseguiu o direito após acordo firmado com a empresa sul-coreana Genbodt Inc., detentora da patente. A apresentação ao ministro foi feita pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas.

O atual diagnóstico da infecção pelo Zika vírus ocorre por meio da detecção da presença do vírus, com a utilização da técnica laboratorial de PCR, com resultado em até duas semanas e custo 15 vezes maior.

Já o teste rápido permite a detecção de anticorpos contra o vírus da Zika em qualquer fase da doença e diagnóstico em até 20 minutos.

“Esse teste vai tranquilizar as mulheres que estão grávidas ou pretendem engravidar, mas adiaram a gestação em função do surto da doença”, declarou Eduardo Salles.

O ministro garantiu que pretende adquirir o teste para aplicar no restante do Brasil. “Acabei de acompanhar todo o processo para a realização do teste rápido e já estamos em negociação para adquirir e passar à população”, prometeu Ricardo Barros.

LUTA

Em setembro de 2015, Eduardo Salles entregou sementes de Crotalaria juncea, a 17 municípios em que foi mais votado. A leguminosa possui uma flor que atrai a libélula, inimiga natural do Aedes aegypti na fase de larva e adulta.

Quando estavam na SEAGRI (Secretaria Estadual de Agricultura), Eduardo Salles e o ex-secretário e atual senador Roberto Muniz idealizaram com Aldo Malavasi, presidente da Moscamed, a produção do Aedes aegypti transgênico. A intenção era aplicar a mesma lógica de combate à mosca-da-fruta.

“O combate à proliferação do mosquito tem que ocorrer em diversas frentes. Estou sempre em busca de alternativas”, disse Eduardo Salles.

PROJETOS

O Senai-Cimatec este em fase de teste e aprimoramento de armadilhas para Aedes aegypti. O equipamento é composto de vasilhame (onde a água é colocada), funil inclinado e tampa.

A estratégia consiste em atrair o mosquito para deposição dos ovos. Após a eclosão, as larvas, em sua primeira fase, descem pelo funil em busca de alimento e quando retorna para respirar na superfície (o sistema de vedação não permite a entrada de ar) acaba morrendo afogada.

Após a intermediação de Eduardo Salles, o secretário conheceu a tecnologia portuguesa que aplica um repelente que fica fixado à roupa por até 80 lavagens. A Bahiafarma tem exclusividade entre os laboratórios do Mercosul para diluir, envazar e distribuir o repelente.

PARCERIA

Fábio Vilas-Boas revelou ainda que o governador Rui Costa assinou no final de maio memorando com empresas italianas e sul-coreana para transferência de tecnologias que permita a Bahiafarma produzir órteses, próteses e testes ráidos de HIV, Hepatite C e Sífilis.

GARANTIA

Em coletiva de imprensa, o ministro informou possuir recursos para manter os programas existentes, como o SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência). “Temos orçamento suficiente para dar continuidade a todos os programas”, garantiu Ricardo Barros.

PRESENÇAS

O encontro desta segunda-feira reuniu ainda o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, o deputado federal José Rocha, o presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, o presidente da FIEB (Federação das Indústrias do Estado da Bahia), Ricardo Albam, o diretor regional do SENAI/CIMATEC, Leone Peter Andrade, e o subsecretário da Saúde, Roberto Badaró.