Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "Bahia"

25 de agosto de 2016, 12:38

Permissionários da CEASA debatem com Eduardo Salles futuro do centro comercial

DSCN4573

Com o objetivo de ouvir as necessidades e dificuldades dos permissionários que trabalham na CEASA (Central de Abastacimento da Bahia), o deputado estadual Eduardo Salles participou, na manhã desta quarta-feira (24), de assembleia com o superintendente da EBAL (Empresa Baiana de Alimentos), Eugênio Burgos, representantes da ASPEC (Associação dos Permissionários da CEASA), Egnaldo e Eurípedes, e os trabalhadores.

Os permissionários afirmam que foram excluídos do processo que definirá a exploração comercial do local, tendo em vista que o Governo do Estado já sinalizou uma possível privatização. A incerteza é quanto a manutenção das suas atividades e sob quais condições, além de alegarem problemas referentes a gestão de energia elétrica, vazamentos de água e infraestrutura.

O deputado afirmou que é necessário trabalhar coletivamente na busca de uma solução. “É preciso trazer os trabalhadores para o centro da discussão, pois eles serão os principais afetados por qualquer decisão que venha a ser tomada. Estou me colocando ao lado deles em busca desse diálogo”, ressalta o parlamentar.
Esta é a terceira vez que Eduardo Salles participa de atividades com representantes da ASPEC, associação que representa 1.200 permissionários, e já realizou visita à central de abastecimento em um dia de feira, após convite da entidade.

NOTIFICAÇÃO

Outra ponto levantado pela associação é a notificação do Ministério Público à SUDIC (Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial ) quanto a prática de trabalho infantil na CEASA. O órgão questiona a presença de crianças e adolescentes que exercem atividades remuneradas no local, em condições consideradas insalúbres ou que coloquem em risco a segurança delas.

Como forma de conscientização, no mês de outubro será realizado DIA D de combate ao trabalho infantil. Previsto para ocorrer em 14 de outubro, a proposta é que seja realizado o cadastramento dos adolescentes que exercem algum tipo de atividade no local, para que posteriormente sejam incluídos no Programa Jovem Aprendiz, assim como a sensibilização dos clientes que utilizam esse tipo de mão de obra.

O deputado ressalta que a erradicação do trabalho infantil é imporante, juntamente com o respeito aos direitos da criança e adolescente, porém, é preciso avaliar o cenário com cuidado. “Essa questão é delicada e acredito que o Ministério Público terá sensibilidade para tratar o assunto. Muitos jovens que estão na CEASA são responsáveis pelo sustento da família e temos que buscar uma alternativa viável para garantir a susbsistência dessas pessoas”, avalia.

19 de agosto de 2016, 12:17

Ministro de Minas e Energia recebe Júlio Busato e Eduardo Salles para tratar de problemas elétricos do oeste da Bahia

IMG_0213

A instabilidade energética no oeste da Bahia tem prejudicado a ampliação dos investimentos no setor agropecuário. O problema se agravou mais ainda porque a empresa vencedora da licitação para construir a linha de transmissão responsável por trazer energia da usina de Belo Monte pediu recuperação judicial e paralisou a obra.

Preocupado com a situação, o presidente da AIBA (Associação dos Agricultores Irrigantes da Bahia), Júlio Busato, solicitou e o deputado estadual Eduardo Salles conseguiu uma audiência em Brasília nesta quinta-feira (18) com o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho.

“O Oeste não tem grandes indústrias ou um turismo expressivo. A agropecuária é a base da economia da região. Em função das características climáticas, é necessário a energia elétrica para irrigarmos e agroindustrializarmos nossos produtos, gerando divisas à Bahia e ao Brasil e criando postos de trabalho”, disse Júlio Busato.

O presidente da AIBA apresentou ao ministro um estudo mostrando que em Luís Eduardo Magalhães, com 60% da área cultivada, o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é o terceiro da Bahia. Já em Cocos, que tem apenas 6% da área plantada, a colocação do município no ranking do IDH está acima de 200.
“Por que essa diferença? Em função das terras não poderem ser agricultáveis em virtude da dificuldade enérgica para implantar a irrigação”, explicou.

Presente à audiência, o superintendente de Operações e Manutenção da COELBA, Sérgio Mello, explicou que entre maio e junho houve 14 desligamentos de energia solicitadas pela ONS (Operador Nacional do Sistema), modificação do horário de irrigação e liberação de novas ligações foram suspensas.

Silvano Ragno, superintendente de Energia e Comunicação da SEINFRA (Secretaria Estadual de Infraestrutura), fez uma apresentação técnica ao ministro dos problemas que têm ocorrido no oeste da Bahia.

Técnicos do Ministério de Minas e Energia explicaram a Fernando Bezerra que neste segundo semestre devem ficar prontas as obras da linha de transmissão responsável por trazer energia elétrica de Minas Gerais e a construção das subestações, melhorando a qualidade do serviço oferecido na região

O ministro revelou ainda que vai realizar nova licitação para a retomada das obras da linha de transmissão que traz energia elétrica da usina de Belo Monte. “São boas notícias. Agora vamos monitorar o andamento dos trabalhos e ficar sempre em contato com o corpo técnico do Ministério de Minas e Energia”, declarou Júlio Busato.
“Estou sempre à disposição para ajudar a resolver os problemas dos agricultores do oeste da Bahia. Sou representante político do setor e estarei sempre defendendo os interesses deles incondicionalmente. Na Assembleia Legislativa, nos órgãos federais, estaduais ou onde possa contribuir, estarei presente”, garantiu Eduardo Salles.

19 de agosto de 2016, 08:48

Prorrogação do Luz para Todos na Bahia é solicitada por Eduardo Salles a ministro de Minas e Energia

IMG_0457

Prorrogar até 2018 o Luz para Todos na Bahia foi a solicitação feita pelo deputado estadual Eduardo Salles ao ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, durante audiência nesta quinta-feira (18), em Brasília. O programa encerra no Estado no próximo dia 31 de dezembro. Desde que foi iniciado, já foram feitas mais de 570 mil ligações.

Conforme dados da SEINFRA (Secretaria Estadual de Infraestrutura) e ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), ainda restam 140 mil ligações para universalizar o acesso à energia elétrica na Bahia. Deste total, 57 mil têm custo unitário estimado em R$ 16 mil por unidade habitacional.

“Como engenheiro agrônomo, ex-secretário estadual de Agricultura e agora como deputado estadual, rodo por todas as regiões e centenas de municípios baianos e posso afirmar que o Luz para Todos é um dos programas mais estruturantes já realizados em nosso país”, argumenta Eduardo Salles.

O ministro garantiu levar a solicitação à Casa Civil que, segundo ele, é quem vai decidir pela prorrogação ou não do Luz Para Todos na Bahia. “Tentarei mobilizar a bancada baiana, independente de bandeira partidária, para, juntamente com o governador Rui Costa, conseguirmos a manutenção do programa e retirarmos milhares de baianos do uso do lampião”, prometeu o parlamentar.

“Sei da crise financeira e diminuição dos recursos, mas precisamos manter o Luz Para Todos, mesmo que a execução agora seja um pouco menor”, disse Eduardo Salles.

O superintendente de Energia e Comunicação da SEINFRA, Silvano Ragno, representando o secretário Marcus Cavalcanti, e o superintendente de Operações e Manutenção da COELBA, Sérgio Mello, também participaram da audiência e apresentaram argumentos técnicos à manutenção do Luz para Todos.

13 de junho de 2016, 10:18

Prefeitura de Maraú é uma das mais transparentes da Bahia, aponta MPF

DSCN0960-500x420

O MPF (Ministério Público Federal) divulgou na última semana o Mapa da Transparência, ranking nacional em que aponta os municípios e estados que tiveram avanços ou retrocessos no cumprimento da LAI (Lei de Acesso à Informação). Na lista das prefeituras baianas, entre as três cidades mais transparentes da Bahia, está Maraú, administrada pela prefeita Gracinha Viana desde 2013.

O deputado estadual Eduardo Salles parabenizou a Prefeitura pela colocação no ranking. “Junto com a prefeita Gracinha, trabalhamos em vários projetos para beneficiar o município e fico orgulhoso de ver uma gestão que trabalha com transparência, informando despesa e realizando investimento para o crescimento da cidade com os recursos destinados”, comemorou o parlamentar.

Segundo o mapeamento do MPF, o avanço da cidade dobrou referente à primeira avaliação, saindo de nota quatro na última avaliação para 9,1 agora.

Para a prefeita de Maraú, a colocação do município é resultado do trabalho que vem sendo feito com seriedade. “Estamos trabalhando para modernizar cada vez mais a nossa administração e disponibilizar, de forma transparente e objetiva, os valores arrecadados pela Prefeitura. Esse resultado é fruto de uma gestão séria e estamos muito contentes pela repercussão”, disse.

Dos 417 municípios baianos, conforme o MPF, Maraú ficou atrás apenas de Conceição do Coité e Souto Soares.

01 de junho de 2016, 10:23

Sítio Barreiras, de Ponto Novo, recebe prêmio Melhores Empresa Para Trabalhar na Bahia

DSCN2475

Única empresa do setor agropecuário no ranking das 10 melhores no prêmio Melhores Empresas para Trabalhar, uma das pesquisas mais influentes de avaliação no índice de confiança dos funcionários e análise de práticas de gestão de pessoas, conduzida no Brasil pela GPTW (Great Place To Work), o Sítio Barreiras, com sede em Ponto Novo, ficou em quarto lugar no geral.

A entrega da premiação reuniu empresas bem avaliadas pelos funcionários na Bahia e ocorreu na última segunda-feira (30), em Salvador. Como forma de reconhecer esse trabalho, o instituto GPTW, em parceria com o jornal CORREIO e a ABRH-Bahia (Associação Brasileira de Recursos Humanos), trouxe pela terceira vez ao estado a premiação, baseada na avaliação do nível de confiança dos funcionários em cinco modalidades: credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem.

O deputado estadual Eduardo Salles acompanhou a premiação junto com Fábio Régis, diretor do Sítio Barreiras, e do prefeito de Ponto Novo, Adelson Maia.

“Ter uma empresa de Ponto Novo em um evento internacional como a GPTW é uma forma dar visibilidade à cidade e mostrar os valores que a empresa tem para com os seus funcionários”, comemorou Eduardo Salles. “Fábio Régis é um exemplo de empresário não só pela excelência de seus produtos, mas também por sua preocupação em ter uma gestão de pessoas inovadora e compromisso com social”, acrescentou o parlamentar.

O Sítio Barreiras fica em Ponto Novo e tem a banana com a sua produção principal. O local chega a produzir 300 toneladas da fruta por mês em uma área de 600 hectares. Gerando mais de 400 empregos diretos em todo o estado, a sua produção é comercializada na Bahia, Sergipe, Ceará e Maranhão.

“Ter a empresa como uma das indicadas e premiada é uma forma de reconhecimento pelo trabalho que toda a equipe vem fazendo há quase 10 anos em Ponto Novo. Eu fico extremamente contente pela avaliação que meus funcionários fizeram da empresa e que nos trouxe até aqui”, celebrou Fábio Régis.

Para o gerente de marketing e mídias digitais do CORREIO, Fábio Gois, o evento é uma vitrine para as empresas de reconhecimento do estado. “As boas práticas e a conduta que os gestores têm com os seus funcionários fazem com que as empresas se destaquem exatamente por entenderem o valor que cada um deles tem”, disse.

Ranking das melhores empresas para trabalhar na Bahia

1º colocado: Laboratório Sabin, Salvador

2º colocado: Laboratório Leme, Salvador

3º colocado: Dínamo Engenharia, Feira de Santana

4º colocado: Sítio Barreiras, Ponto Novo

5º colocado:  Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador

6º colocado:  Natulab Laboratório Farmacêutico, Santo Antônio de Jesus

7º colocado: Kordsa Global, Camaçari

8º colocado: Perini, Salvador

9º colocado: Continental Pneus, Camaçari

10º colocado:  Grupo Ramiro Campelo Comércio e Utilidades, Salvador

 

28 de outubro de 2015, 10:15

Eduardo Salles e Alex Lima solicitam a delegado-chefe melhoria na segurança pública de Rio Real

12193294_1654362634846138_3856025671436103027_n

Os deputados estaduais Eduardo Salles e Alex Lima participaram, nesta terça-feira (27), na SSP (Secretaria de Segurança Pública), de audiência com o delegado-chefe da Polícia Civil, Bernardino Brito Filho. Os parlamentares solicitaram medidas para resolver os problemas de segurança em Rio Real, principalmente no distrito de Loreto.

“Os assaltos têm sido constantes, principalmente na estrada que liga Loreto à sede de Rio Real. A insegurança culminou com o assalto ao veículo que transporta os pacientes da Secretaria Municipal de Saúde”, explicou Eduardo Salles.

“A sensação de insegurança da população é grande, principalmente à noite. Precisamos melhorar a segurança em toda Rio Real. É necessário devolver a tranquilidade à população”, pediu Alex Lima.

Bernardino garantiu aos deputados estaduais tomar “todas as medidas necessárias” para melhorar a segurança pública no município.