Cotações
Ver todas

Notícias

Mostrando notícias publicadas com o assunto "Bahia Farm Show"

24 de maio de 2016, 20:40

Bahia Farm Show é aberta em Luís Eduardo Magalhães e governador garante obra da FIOL

13244775_10201516518991560_5105295625286570680_n

Foi aberta, na manhã desta terça-feira (24), em Luís Eduardo Magalhães, a XIIª edição da Bahia Farm Show, maior vitrine do agronegócio do Norte e Nordeste e atualmente entre as três maiores feiras do país em volume de negócios. Em 2016 são 200 expositores representando 600 marcas. O evento segue até sábado (28).

Conforme a AIBA (Associação dos Agricultores Irrigantes da Bahia), organizadora da Bahia Farm Show, em 2015 o volume de negócios ultrapassou R$ 1 bilhão. Além das novidades expostas nos stands, eventos, palestras, mesas redondas direcionadas à agricultura empresarial e familiar ocorrem no parque.

“É incrível como, mesmo neste período de crise econômica, a Bahia Farm Show consegue, a cada ano, ser mais atrativa e atualizada com as necessidades dos produtores”, elogiou o deputado estadual Eduardo Salles.

Para Júlio Busato, presidente da AIBA, a Bahia Farm Show ultrapassou os limites do Estado e hoje é fundamental ao MATOPIBA (acrônico que designa a região que compreende os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) e ao Brasil. “Aqui juntamos as representações políticas, as instituições financeiras, os expositores e os agricultores, grandes protagonistas da agropecuária”, disse.

O governador Rui Costa garantiu que a FIOL (Ferrovia de Integração Oeste-Leste) será concluída. “Se não for com recursos do Orçamento Geral da União, faremos em parceria com os chineses. Minha expectativa é assinar o contrato com os chineses até o final de 2016”, revelou o chefe do executivo baiano.

Rui Costa contou que a base do GRAER (grupamento Aéreo da PM) está em construção em Barreiras e o governo já soltou a licitação para a compra do helicóptero, no valor de R$ 30 milhões. Lençóis também vai ganhar o equipamento.

O chefe do executivo baiano disse ainda que o empréstimo do Banco Mundial, no valor de 200 milhões de dólares, deve ser liberado em 2016. “O valor vai ser usado exclusivamente para recuperação das estradas, entre elas o Anel da Soja”, garantiu.

João Carlos Rodrigues, presidente da ABRAPA(Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), foi homenageado nesta edição por sua contribuição na melhoria da qualidade do algodão baiano e a abertura de novos mercados aos produtores.

Ao chegar ao parque, o governador entregou 11 viaturas que servirão aos municípios de Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Ibotirama, Formosa do Rio Preto, Angical e Catolândia.

Estavam presentes ao evento o vice-governador João Leão, o secretário estadual de Agricultura, Vítor Bonfim, o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jorge Hereda, o prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Humberto Santa Cruz, o prefeito de Barreiras, Antônio Henrique, os deputados estaduais Luiz Augusto, Alex Lima e Antônio Henrique Júnior, o superintendente da SUDIC, Jairo Vaz, o presidente do DESENBAHIA, Otto Filho, e outras lideranças políticas e dos agricultores.

19 de maio de 2016, 09:41

Desenbahia garante crédito para produtores durante Bahia Farm Show

O presidente da Frente Parlamentar da Micro, Pequena e Média Empresa, deputado estadual Eduardo Salles, comemorou o anúncio feito nesta quarta-feira (18) pela Desenbahia (Agência de Fomento do Estado da Bahia) de que vai disponibilizar financiamentos de até 100% do valor de projetos de irrigação, correção e melhoria do solo, armazenagem e sistema de geração de energia solar durante a Bahia Farm Show, feira de tecnologia agrícola que acontece entre os dias 24 e 28 de maio em Luís Eduardo Magalhães.

“Essa ação da Desenbahia ganha ainda mais importância por ajudar o médio produtor, que geralmente fica desassistido”, comenta o parlamentar, que pleiteou o financiamento junto a Agência de Fomento acompanhado do presidente da AIBA (Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia), Julio Busato. “A Bahia Farm Show é uma das maiores feiras de agropecuária do país em volume de negócios e fundamental para o desenvolvimento rural baiano”, diz.

“Somos parceiros dos produtores e queremos fomentar o crescimento da agropecuária baiana”, explica o presidente da Desenbahia, Otto Alencar Filho. Segundo ele, no ano passado a agência liberou aproximadamente R$390 milhões em financiamentos. “A Desenbahia se consolidou como o principal financiador do agronegócio na Bahia”, diz.

Em 2016, a Desenbahia vai financiar até 100% de projetos com valor até R$ 5 milhões para produtores que já são clientes e estão com os pagamentos em dia. Para novos clientes, o financiamento vai até 90% de projetos com valor até R$ 4 milhões. “Mais uma vez a Desenbahia demonstra a verdadeira parceria com os produtores rurais da Bahia, num momento onde a maioria dos bancos estão restringindo os créditos”, enfatiza o Presidente Otto Alencar Filho.

Vale ressaltar que durante o período da Feira, entre 24 e 28 de maio, qualquer projeto que dê entrada no stand da Desenbahia terá as mesmas condições diferenciadas do evento, independente de qual região do estado for o produtor.

12 de abril de 2016, 12:13

Após proposta de Eduardo Salles, Comissão de Agricultura aprova sessão itinerante na Bahia Farm Show

DSCN0943

Os deputados que compõem a Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia vão participar, no dia 25 de maio, de sessão itinerante do colegiado durante a Bahia Farm Show, uma das três maiores feiras agropecuárias do Brasil em volume de negócios.

A proposta foi feita pelo deputado estadual Eduardo Salles na sessão desta terça-feira (12) e aprovada por unanimidade dos parlamentares presentes.

O evento em 2016 chega à sua 12ª edição e vai ocorrer de 24 a 28 de maio, em Luís Eduardo Magalhães. Ano passado, conforme dados da AIBA (Associação dos Agricultores Irrigantes da Bahia), responsável pela organização da Bahia Farm Show, o volume de negócios ultrapassou R$ 1 bilhão e o público foi superior a 64 mil pessoas.

“É importante levar os deputados da Comissão de Agricultura para uma sessão itinerante porque vamos poder ouvir os reclames dos produtores neste que é um dos piores anos em função da seca”, explicou Eduardo Salles.

“Acho que depois de ouvirmos os agricultores, vamos poder discutir como poder ajudar essa que é uma das regiões mais importantes da agropecuária no país”, concluiu o deputado estadual.