Cotações
Ver todas

25 de abril de 2016

Projeto de captação emergencial de água em Itanhém está em fase de conclusão

itanhém

Dez mil pessoas na sede de Itanhém estão sofrendo com problemas de abastecimento de água em suas casas. O rio Preto, responsável por abastecer o município, secou em função da falta de chuva ano passado, quando a precipitação foi de apenas 700 milímetros. A média é de 1.800 milímetros.
Para diminuir a falta de água, o abastecimento tem sido feito pela Embasa atualmente por meio de carro pipa, o que trouxe gastos de R$ 300 mil.

Em março, o deputado estadual Eduardo Salles, o prefeito Bentevi, o vereador Audrey, o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Renato Correia, e o líder comunitário, Paulo Renato, foram à SIHS (Secretaria Estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento) para audiência com o chefe da pasta, Cássio Peixoto, em busca de uma medida emergencial para o problema.

Após a solicitação do deputado, o projeto para captação de água na cabeceira da cachoeira na propriedade de Irineu Prudêncio deve concluir na próxima semana. Uma barragem está em construção no local.

Estão sendo utilizados 1,5 km de tubulação para conduzir a água até o local onde a captação é feita atualmente e partir deste local ser direcionada à estação de tratamento.

“A população estava passando aperto. Esta solução vem a calhar em um momento muito oportuno”, comemora Eduardo Salles.

Comentários