Cotações
Ver todas

26 de setembro de 2017

Plano de Saneamento Básico para Barra do Choça representa mais saúde para a população, afirma Eduardo Salles

SIHS 2

O deputado estadual Eduardo Salles participou de reunião na tarde desta segunda-feira (25) com o ex-prefeito de Barra do Choça, Oberdan Rocha, o secretário estadual de Infraestrutura Hídrica, Cássio Peixoto, deputados e representantes do setor de licitação para discutir o Plano de Saneamento Básico e Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos para Barra do Choça e Vitória da Conquista. O projeto tem orçamento estimado em mais de R$ 3 milhões.

Eduardo Salles pontua que há alguns anos vem trabalhando junto com o ex-prefeito e o grupo político de Barra do Choça para elaboração do plano para o município. “Esta é uma luta que vem sendo travada, juntamente com Oberdan e todo nosso grupo político. Em janeiro de 2016, estivemos em reuniões com o então presidente da Embasa, Abelardo de Oliveira, para elaboração do plano que, agora, já está saindo do papel e representa uma grande conquista para o município”.

De acordo com Davi Simões, diretor geral da SIHS, para facilitar no processo de licitação e diminuir o orçamento, houve a unificação dos dois municípios. “A unificação facilita o processo licitatório e diminui o orçamento, porque com uma empresa ganhando os dois municípios (Vitória da Conquista e Barra do Choça), que resulta em diminuição da dívida administrativa. Então o custo/benefício para o estado será maior”, explica o diretor.

Ainda de acordo com a Secretaria, após o parecer da Procuradoria Geral do Estado, a licitação está prevista para acontecer no prazo de 45 dias. Conforme a Lei Federal 11.445, os municípios que não aderirem ao plano até o dia 31 de dezembro, não receberão recursos do Governo Federal para saneamento básico. A perspectiva é que haja uma prorrogação da adesão, pois somente 30% dos municípios brasileiros já estão com o plano pronto.

O ex-prefeito de Barra do Choça destaca que a realização do plano irá contribuir para a preservação dos mananciais. “A importância da realização do Plano de Saneamento Básico é mais um instrumento que Barra do Choça passa a ter dentro das necessidades estruturantes com relação, não só a Barragem do Rio Catolé, mas também da criação do Comitê de Bacias. Agora, com a realização por parte do Governo do Estado, do Plano, ocorre o fecha mento desse conjunto de ações de sustentabilidade ambiental para o nosso município”, ressalta o ex-prefeito.

Por meio do plano, as prefeituras podem captar recursos para abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo das águas pluviais.

A implantação do Plano de Saneamento Básico para estes municípios irá ocorrer 12 meses após o processo de licitação e assinatura do contrato. “Vamos acompanhar a liberação dos trâmites necessários para conseguirmos o quanto antes a implantação do plano em Barra do Choça. O saneamento básico representa saúde para a população, que irá prevenir doenças que estariam relacionadas à falta de saneamento. Como representante político do município, continuarei trabalhando, ao lado de Oberdan e do nosso grupo político, por mais ações em benefício do município”, conclui o deputado.

Também participaram da reunião os deputados federal e estadual, Waldenor Pereira e José Raimundo, respectivamente, e os representantes do setor de licitação da SIHS, Carlos Fernando e Ligia Duarte.

Comentários