Cotações
Ver todas

17 de setembro de 2015

Pesquisa para cafeicultura é discutida na SECTI

jaimiltinho

O café produzido na Bahia se destaca pela sua qualidade. Com o objetivo de deixá-lo ainda melhor, o deputado Eduardo Salles e o presidente da COOPMAC (Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense), Jaimilton Gusmão, foram à SECTI nesta quinta-feira (17) tratar sobre o assunto com o secretário Manoel Mendonça e com o subsecretário Roberto Pinho.

Salles e Gusmão propuseram a criação de um laboratório de pesquisa para análise da bebida. “Se soubermos o que torna o nosso café tão bom podemos deixá-lo ainda melhor”, explica o deputado. O trabalho será feito em parceria com os departamentos de Química da UFBA (Universidade Federal da Bahia) e com a UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), instituições presentes no município de Vitória da Conquista.

A dupla também propôs aproveitar a estrutura da estação experimental da EBDA (Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola) em Barra do Choça, a 20 km de Vitória da Conquista. Com a extinção da empresa, a estação foi desativada e o prédio está ocupado pelo MST. “O secretário se interessou muito pelo projeto e ficou de conversar com o chefe da SDR (Secretaria de Desenvolvimento Rural), Jeronimo Rodrigues, visando uma parceria das duas secretarias para cumprir o compromisso do Governador Rui Costa de aproveitar as estruturas do governo”, conta Eduardo Salles.

“A professora Sandra Elisabeth, da UESB, tem um projeto de pesquisa que propõe aproveitar essa estrutura”, diz o parlamentar, comemorando a possibilidade de um projeto conjunto. “Todo mundo sai ganhando”, diz. Para o secretário, essa é uma oportunidade de aproximar a universidade do produtor. “Os pesquisadores recebem demandas diretas dos produtores e desenvolvem pesquisas que podem ser aplicadas na prática”, diz Mendonça.

O próximo passo para a efetivação do projeto é a realização de reunião com participação da SECTI, SDR, COOPMAC e Prefeitura de Barra do Choça.

Comentários