Cotações
Ver todas

03 de novembro de 2015

Projetos para uso racional da água vão beneficiar agricultores da Bahia e de Pernambuco

Créditos : Cássio Moreira / Codevasf

Cerca de 540 projetos executivos parcelares de irrigação localizada foram entregues pelo Ministério da Integração Nacional e pela Codevasf a representantes de perímetros irrigados localizados da Bahia e de Pernambuco. Os estudos propõem a substituição dos antigos sistemas de irrigação, por sistemas localizados mais eficientes, como o de gotejamento e microaspersão. O agricultor Deuzival Saraiva obteve diversos benefícios. “Trouxe aumento na produção, reduziu os custos e trouxe muitas benfeitorias pra gente”, destaca.

Foram elaborados 540 projetos de irrigação localizada que vão beneficiar irrigantes dos perímetros de Bebedouro, em Pernambuco, e Curaçá, Tourão e Maniçoba, na Bahia. Os projetos apontam para uma economia de 50% do volume anual da água utilizada nos perímetros. Joaquim dos Anjos, que é agricultor no Bebedouro, destaca as vantagens do novo sistema. “A diferença é muito grande, tanto no consumo e no uso da água, como também na eficiência do uso”, afirma.

A metodologia foi implantada com sucesso no perímetro Mandacaru, localizado a dez quilômetros da sede de Juazeiro, na Bahia. Os resultados proporcionaram economia de água na irrigação e aumento dos índices de produtividade dos produtores. O investimento do governo federal na elaboração desses projetos ultrapassou R$ 1 milhão.

Sucesso no Mandacaru

No Mandacaru, além da economia de água na irrigação de todo o perímetro – em torno de 50% –, a metodologia, desenvolvida pelos engenheiros agrônomos Rodrigo Vieira e Frederico Calazans e pelo engenheiro eletricista Juan Ramon Fleischmann, da Codevasf, pôs um ponto final no desperdício de água, permitiu maior eficácia na aplicação dos produtos químicos, melhor desenvolvimento da planta, economia de energia elétrica, redução dos custos de produção, aumento significativo dos índices de produtividade e melhoria da renda do produtor.

Fonte: ASCOM Codevasf

Comentários