Cotações
Ver todas

10 de maio de 2017

Primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa vai até 31 de maio na Bahia

febre-aftosa-2

Os criadores de bovinos e bubalinos devem vacinar seus rebanhos contra a febre aftosa, independente da faixa etária de idade, até 31 de maio. De acordo com a ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), órgão vinculado à SEAGRI (Secretaria Estadual de Agricultura), a expectativa é que seja vacinado 96% do rebanho.

Para o deputado estadual Eduardo Salles, presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia, é importante que o criador não deixe de vacinar seu rebanho. “É preciso ficar atento ao calendário e não perder a fase de vacinação ou deixar para a última hora”, alertou o parlamentar.

O produtor deverá adquirir a vacina contra febre aftosa nos pontos de revendas credenciados pela ADAB e a declaração da vacinação já pode ser realizada via internet, por meio da senha de acesso pessoal, que poderá ser solicitado em qualquer uma das gerências técnicas do órgão.

A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta animais de casco fendido, como os bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. Pode ser transmitida principalmente pelo contato entre os animais doentes e sadios. O vírus pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas que entram em contato com os animais doentes.

Além da Bahia, outros 22 estados e o Distrito Federal também iniciam a primeira etapa da imunização na segunda, conforme o Ministério da Agricultura. A meta é imunizar, em todo o país, 198 milhões de animais. O número representa mais de 90% do rebanho do país, de 217,5 milhões de cabeças.

Comentários