Cotações
Ver todas

25 de fevereiro de 2016

Pescadores recebem capacitação em tecnologia e gestão

Capacitação Bahia Pesca

Começa nesta quinta-feira (25), no Centro Vocacional Tecnológico e Territorial do Pescado (CVTT), em Santo Amaro da Purificação, o Curso de Tecnologia e Gestão em Pesca, realizado pela Bahia Pesca, vinculada à Secretaria de Agricultura da Bahia, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano). Neste primeiro módulo, que vai até sábado (27), os 30 pescadores inscritos serão capacitados em higiene e manipulação de alimentos, com aulas ministradas pelos professores, engenheiros de alimentos e mestres em ciência de alimentos, Andréa Lobo Miranda e Edgard Freitas de Siqueira Junior.

Dentre os assuntos abordados, os pescadores irão aprender sobre perigos físicos, químicos e biológicos, legislação sanitária brasileira, comportamento no local de trabalho, controle de pragas e qualidade da água. “O curso abordará conteúdos e situações que fazem parte da rotina do pescador, e desenvolver junto com eles a consciência de praticar a higiene e manipulação do pescado sem que comprometa a qualidade do produto”, explica o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior.

O curso, que é constituído por quatro módulos divididos em encontros quinzenais, terá aulas teóricas e práticas com carga horária total de 120 horas. O objetivo é ampliar os conhecimentos dos pescadores para garantir o aproveitamento integral e valorização da qualidade de pescado, além de oferecer a estes profissionais uma atualização sobre os temas tratados e disponibilizar estrutura e equipamentos para o beneficiamento do produto.

“O módulo desta semana é de suma importância para que o trabalho do pescador seja mais produtivo e renda mais benefícios na prática. A correta manipulação e o beneficiamento do pescado aumentam a qualidade do produto e resultam em melhor aproveitamento do peixe”, comenta Andréa Lobo Miranda.

O secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, destaca que as ações e os cursos realizados no CVTT  “vão transformar a realidade de toda atividade pesqueira da Bahia, pois atuam na qualificação da mão de obra, garantindo o acesso às novas tecnologias, fundamentais  para a estruturação e fortalecimento da produção de pescado. Os pescadores, marisqueiras e aquicultores têm o compromisso de disseminar o aprendizado adquirido  no centro, agindo como verdadeiros multiplicadores de conhecimento”.

Fonte: Ascom Bahia Pesca

Comentários