Cotações
Ver todas

09 de setembro de 2015

Agropecuária é um dos setores mais promissores para o mercado de drones

O uso de drones na agricultura de precisão será abordado em palestras no evento Drone Show Latin America, a primeira feira sobre Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) da América Latina, que será realizada em São Paulo, nos dias 28 e 29 de outubro, no Centro de Convenções Frei Caneca. “O equipamento está se tornando um grande aliado do produtor rural para a gestão do seu negócio. Com investimentos mais baixos que os processos convencionais, o uso dos drones representa em muitos casos ganhos de produtividades e redução de perdas na ordem de 3 a 5 %, o que neste setor representa muito”, diz Emerson Zanon Granemann, diretor da MundoGEO, responsável pela realização do evento.

Entre as funções desempenhadas pelos drones na agricultura, Granemann conta que uma das mais utilizadas é a de análise de plantação.

“A partir de imagens captadas pelo equipamento, utilizando softwares específicos, o fazendeiro pode identificar se há falhas no plantio, se alguma área está sofrendo com o excesso de irrigação e até se a plantação está sendo atacada por algum tipo de fungo, caso note alguma mudança de cor da plantação. O drone acaba permitindo ao produtor esse acompanhamento do desenvolvimento da safra com uma ligeira eficiência”, explica o organizador do evento.

Giovani Amianti, CEO da XMobots, completa enfatizando que o Brasil não perde em nada para o exterior quando se fala na tecnologia dos drones para a agricultura de precisão. “Além de equipamentos confiáveis e fáceis de operar, como é o caso do Echar 20B, estamos embarcando sensores capazes de fornecer ao agricultor um verdadeiro raio-x das lavouras, com a mais alta precisão. Em outras palavras, estamos proporcionando ganho de produtividade no campo”, ressalta o empresário, que realizará no primeiro dia do Drone Show Latin America um curso sobre drones para agricultura.

Entre as tecnologias citadas por Amianti, estão câmeras que captam as cinco bandas do espectro (RBG, NIR e RedEdge), solução Lidar (que permite o escaneamento do terreno até mesmo em áreas com vegetação abundante), RTK embarcado (que garante alta precisão no mapeamento), entre outras. Atualmente a XMobots é uma das principais empresas do Brasil no desenvolvimento e fabricação de VANTs para o mercado civil.

Tecnologias como as citadas acima possibilitam, por exemplo, fazer demarcação de plantio e avaliar quais áreas disponíveis estão mais propícias para novas plantações, averiguar também as condições dos pastos, encontrar novas nascentes de água, descobrir possibilidades para a abertura de novas estradas e identificar eventuais focos de incêndio. “O drone é uma das ferramentas mais modernas e versáteis à disposição dos agricultores, tornando esse setor um dos mais promissores para o mercado de VANTs no país”, completa Granemann.

Via Canal Rural

Comentários