Cotações
Ver todas

Notícias

25 de agosto de 2016, 15:31

Movimento no Terminal Pesqueiro de Ilhéus aumenta 30% no 1º semestre

Terminal-Pesqueiro-de-Ilhéus-1

A SEAGRI (Secretaria de Agricultura) registrou um aumento de 30% na demanda dos pescadores por serviços no Terminal Pesqueiro Público de Ilhéus (TPPI) no primeiro semestre deste ano, em comparação com mesmo período de 2015. Entre os meses de janeiro a junho de 2016, o equipamento foi utilizado por mais de 80 embarcações, o que representa um aumento de cerca de 25% , quando comparado com os mesmos meses do ano passado. O volume de pescado desembarcado alcançou cerca de 145 mil quilos, quantidade 30% maior que o primeiro semestre do ano passado.

A instalação do terminal pesqueiro, construído pela Bahia Pesca, foi viabilizada pelo deputado estadual Eduardo Salles quando ainda era secretário estadual de Agricultura. “Participei do planejamento, execução e inauguração do terminal pesqueiro em Ilhéus, pois entendia a necessidade desse tipo de investimento na região e esses dados só reforçam o potencial da atividade”, declarou Eduardo Salles.

A Bahia possui o maior litoral do Brasil, com 1.200 quilômetros de costa e 60 bilhões de metros cúbicos de águas continentais aptas ao uso para produção de pescado. “Diante da vocação e potencial para expandir cada vez mais a atividade, o governo do Estado vem empreendendo e intensificando ações para estruturar a cadeia pesqueira e tornar a Bahia autossuficiente na produção de pescado”, declarou o secretário da Agricultura, Vitor Bonfim.

O presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior, explica que “este aumento na procura pelos serviços reflete a importância do terminal para a pesca na região sul do estado. Ao desembarcar os pescados aqui, os pescadores reduzem seus custos ao comprar óleo diesel subsidiado, gelo mais barato, além de poderem agregar valor aos produtos utilizando nosso espaço de beneficiamento de pescado”. Os profissionais da pesca encontram ainda no terminal um píer de atracação e área para venda dos produtos.

Uma parceria entre Bahia Pesca e o Ministério da Agricultura permite aos pescadores abastecerem suas embarcações dentro do TPPI com óleo diesel subsidiado, com desconto de 17%. “Neste primeiro semestre a venda do combustível cresceu 30% em comparação ao mesmo período do ano passado, atingindo a marca de 170 mil litros de óleo comercializados. Isto significa mais economia para o pescador e, consequentemente, um aumento em sua renda”, complementa o gestor.

Além destes serviços fixos, o terminal pesqueiro ainda recebe programações voltadas a melhorias na qualidade do trabalho e na produtividade dos pescadores, como a doação de embarcações e equipamentos de proteção individual, cadastro em programas sociais e de crédito dos governos estadual e federal e emissão de DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf, indispensável para acesso à políticas públicas como as de habitação rural, por exemplo).

24 de agosto de 2016, 12:12

SAC Móvel atende em Lajedo do Tabocal no mês de setembro

SAC MÓVEL 1

Uma unidade móvel do SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) levará seus serviços gratuitos a Lajedo do Tabocal no próximo dia 7 de setembro.

Será oferecido à população emissão da Carteira de Identidade, CPF (Cadastro de Pessoa Física), recadastramento de pensionista do Estado, antecedentes criminais e registro de críticas, denúncias, elogios e orientações ao órgão.

O atendimento acontecerá na Praça José Anacleto Barbosa, próximo à Câmara de Vereadores, das 8h às 18h.

23 de agosto de 2016, 12:02

MP aprovada na Câmara dos Deputados propõe novo prazo para adesão ao CAR

CAR 2

A MP (Medida Provisória) 724/16, que prorroga o prazo para produtores rurais registrarem suas propriedades no CAR (Cadastro Ambiental Rural) e aderirem ao PRA (Programa de Regularização Ambiental), foi aprovada nesta segunda-feira (22) no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília.

A matéria vai  agora para análise no Senado e, caso seja aprovada, segue posteriormente para sanção presidencial.

Os deputados aprovaram o novo prazo de 31 de dezembro de 2017, data incluída na Lei 13.295/16, e que vale para propriedades de qualquer tamanho.

A MP estipulava inicialmente o prazo de 5 de maio para registro no CAR, mas exclusivamente para proprietários com áreas de até quatro módulos ficais, o que varia de entre cinco e 110 hectares, a depender da região.

Após o vencimento do prazo estipulado, as instituições financeiras só concederão crédito agrícola, em qualquer de suas modalidades, aos proprietários de imóveis rurais inscritos no CAR.

23 de agosto de 2016, 10:46

Caravana do Lazer da SUDESB chega a Lajedo do Tabocal

PROJETO SUDESB

A SUDESB (Superintendência de Desportos da Bahia), vinculada à SETRE (Secretaria Estadual do Trabalho Emprego, Renda e Esporte), realiza em Lajedo do Tabocal, nesta terça (23) e quarta-feira (24), o Programa Caravana do Lazer.

Nestes dois dias, a Secretaria Municipal de Educação vai ser a sede do curso com aulas teóricas para formação de agentes multiplicadores do programa, que atende prioritariamente municípios com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

No domingo (28) a equipe da SUDESB volta a Lajedo do Tabocal para realizar, na Praça José de Anacleto Barbosa, o Dia de Lazer, com atividades de recreação direcionadas às crianças.

A Caravana do Lazer promove o resgate lúdico das brincadeiras e faz a capacitação do público local interessado na organização de eventos culturais, recreativos, de esporte e de lazer em todo o estado. A ideia é levar para esses locais, ações que despertem na comunidade o desejo de buscar o melhor, dentro da realidade em que vive.

22 de agosto de 2016, 09:56

Período de inscrição para vagas remanescentes no FIES é aberto nesta segunda-feira

FIES

O Ministério da Educação abre nesta segunda-feira (22) o período de inscrição (acompanhe calendário abaixo) para vagas remanescentes da edição 2016 do FIES (Financiamento Estudantil). Os interessados devem acessar o sitefiesselecao.mec.gov.br e efetivar a participação no programa.

Poderão concorrer às vagas remanescentes os estudantes que tenham feito o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, tenham média geral mínima de 450 pontos, não tenham zerado na redação e possuam renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos. Após a inscrição, o interessado deverá acessar o Sistema Informatizado do FIES (SISFIES) e concluir o processo nos dois dias úteis subsequentes.

O edital divulgado pelo Ministério da Educação na última sexta-feira (19) define o cronograma do período de inscrição.

De 22 a 28 de agosto – Para estudantes não graduados, pré-selecionados no processo seletivo regular do Fies referente ao segundo semestre deste ano, que ainda não tenham firmado o contrato de financiamento.

De 26 a 28 de agosto – Estudantes graduados, que tenham sido pré-selecionados no processo seletivo regular do Fies referente ao segundo semestre deste ano, e não tenham firmado o contrato de financiamento.

29 de agosto a 5 de setembro – Não graduados, inscritos em vaga remanescente, que ainda não estejam matriculados.

2 a 5 de setembro – Estudantes graduados, inscritos a uma vaga em curso no qual não estejam matriculados.

29 de agosto a 2 de dezembro – Estudantes não graduados, inscritos em vagas remanescentes, em curso no qual estejam matriculados.

2 de setembro a 2 de dezembro – Estudantes graduados, inscritos em vaga remanescente, de curso no qual estejam matriculados.

15 de agosto de 2016, 14:32

Ipiaú e Ilhéus são os primeiros municípios beneficiados pelo Mutirão de Cirurgias

1471266524IMG_3961

Foi lançado nesta segunda-feira (15) pelo governador Rui Costa e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, o Mutirão de Cirurgias, vinculado ao programa Saúde sem Fronteiras. A expectativa é que 13 mil pessoas em até um ano sejam atendidas gratuitamente.

Ipiaú e Ilhéus serão os primeiros municípios beneficiados logo em setembro, primeiro mês do projeto. Até dezembro, as cidades de Ibirataia, Maraú, Bonito, Itaetê, Amargosa, Nazaré, Lagedo do Tabocal, Seabra, Boa Vista do Tupim, Maragogipe, Itanhém, Baixa Grande, Una, Planaltino, Ubaitaba e Taperoá também serão atendidos pelo projeto que tem o objetivo de reduzir a fila de espera para as cirurgias de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama.

O deputado estadual Eduardo Salles, que não pôde comparecer ao evento em função de compromissos já agendados, parabenizou o governador e o secretário pela inciativa. “Essa ação vai permitir mais rapidez no procedimento cirúrgico aos pacientes que estão anos na fila esperando”, disse o parlamentar.

Serão disponibilizados equipe médica, estrutura e acompanhamento após a cirurgia. E para levar mais comodidade ao paciente, os atendimentos médicos serão realizados nos hospitais estaduais e nas unidades complementares de cada região do estado.

12 de agosto de 2016, 13:48

Feira Literária, em Mucugê, vai até domingo

A turística Mucugê, localizada a 440 quilômetros de Salvador, recebe até este domingo (14) vários visitantes de diversas regiões do País, para participar da primeira edição da Fligê (Feira Literária). Na programação do evento serão disponíveis para a população e visitantes diversas oficinas culturais, conferências, lançamentos de livros, encontros, oficinas de arte, exposições, corais, homenagens e trilhas.

O evento, que tem como objetivo abraçar a arte literária como mote de palavra para singularidades e diálogo com outras artes, busca-se potencializar a formação do leitor de todas as idades e valorizar o encontro do livro de materialidades de leituras com o público, como experiência única urdida entre os fios da literatura e a vida. A feira tem o apoio do Governo do Estado, por meio do FCBA (Fundo de Cultura), pretende aquecer o turismo na região.

Roberto Santos, secretário de Turismo, Cultura e Meio Ambiente da Prefeitura de Mucugê, espera que os hotéis, pousadas e albergues ocupem até 85% dos leitos durante o evento. “Restaurantes, pizzarias, lanchonetes, quiosques e mercados já estão preparados para receber os visitantes, a maior parte vinda de Salvador e Vitória da Conquista [no sudoeste)” afirma o coordenador, que se diz animado com a perspectiva de consolidar o evento cultural como mais um grande atrativo da região.

O evento tem como homenagem nesta edição o escritor baiano, Afrânio Peixoto (1876/1947), que dedicou parte de sua produção a narrar estórias da Chapada Diamantina.

12 de agosto de 2016, 11:03

Plano de Contingência da Sigatoka Negra é apresentado a estados que fazem fronteira com a Bahia

plantacao_bananeira

Iniciativas para combater a principal e mais grave doença que afeta a bananeira, a Sigatoka Negra, foram discutidas, na terça-feira (9), durante encontro que renuiu o secretario da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura do Estado, Vitor Bonfim, e diretores da Adab (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia). Na ocasião, foram apresentadas ações que estão sendo executadas no Plano de Contingência baiano da Sigatoka Negra aos sete estados que fazem froteira com a Bahia.

Para fortalecer o combate, o secretario Vitor Bonfim informou que o Governo do Estado concedeu liberação para que sejam contratados 112 fiscais que devem atuar nas barreiras destinadas ao monitoramento da entrada e saída de produtos.

O Plano de Contingência da Sigatoka Negra foi elaborado por fiscais da Adab e delimita os locais de ocorrência da praga, restritos ao Recôncavo e Extremo Sul do Estado; estabelece a implantação e manutenção do sistema de mitigação de risco (SMR), para viabilizar a comercialização dos produtos de áreas com ocorrência da praga; intensifica a fiscalização do trânsito entre as áreas de foco e as sem ocorrência, e propõe campanhas educativas para a conscientização dos envolvidos no agronegócio da banana.
Os representantes dos estados de Sergipe, Pernambuco, Alagoas, Maranhão, Ceará, Goiás e Minas Gerais participaram da reunião e foram sensibilizados para que façam contribuições e sugestões que tenham por finalidade aprimorar o trabalho de controle da praga.

A Bahia é o maior exportador nacional de banana, ocupando o segundo lugar no ranking de produção, com área total de 80.000 hectares e geração de dois empregos diretos por hectare. A produção baiana em 2014 foi de 1.088.6 mil toneladas, e, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o negócio da banana movimentou R$1,709 bilhão, no mesmo ano. Cerca de 77.5% das propriedades no estado são de pequenos agricultores, com até 20 hectares.

O diretor presidente da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Endagro), Jefferson Feitosa de Carvalho, afirmou que em Sergipe 60% da banana consumida vem da Bahia, e o Estado é livre da praga. “É de fundamental importância esse trabalho de controle que a Bahia está realizando e por isso precisamos atuar de forma conjunta, trocando experiências do que a Bahia está fazendo, e o que nós podemos ajudar, afinal, somos consumidores desse produto”.

Página 1 de 1712345...10...Última »