Cotações
Ver todas

06 de janeiro de 2017

Em visita ao Hospital da Mulher, Eduardo Salles afirma que unidade vai ser referência

18348c6a-cea5-477e-8d96-c447ed9e8c49

Na segunda-feira (9), as mulheres baianas passam a contar com atendimento do Hospital da Mulher, construído pelo governo do estado, no Largo de Roma, em Salvador. A unidade vai oferecer consultas nas especialidades de ginecologia e mastologia, reprodução humana, oncologia e procedimentos relacionados à violência sexual.

Para conhecer toda a estrutura da nova unidade hospitalar, o deputado estadual Eduardo Salles visitou, ao lado do secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, da parlamentar Fabíola Mansur e médicos, as instalações do Hospital da Mulher, que possui 136 leitos, dos quais 97 são destinados à enfermaria, 10 UTI’s (Unidade de Terapia Intensiva) e 29 para o hospital-dia.

Serão 350 consultas por dia, 1.000 cirurgias por mês e previsão de 10 mil atendimentos mensais.  O investimento do governo estadual é de R$ 40 milhões, gerando 650 empregos. Em seu corpo técnico, o Hospital da Mulher vai ter 150 médicos em nove especialidades e um custeio anual de R$ 50 milhões.

“É muito bom ver uma estrutura como essa para beneficiar a saúde das mulheres. Parabenizo o governador Rui Costa e o secretário Fábio Vilas Boas pelo investimento. Sem dúvida o Hospital da Mulher vai ser referência no mundo inteiro”, declarou Eduardo Salles.

A Secretaria Estadual de Saúde vai investir R$ 280 milhões de custeio no Hospital da Mulher, HGE 2, Hospital Geral da Chapada Diamantina, em Seabra, e o Hospital Regional da Costa do Cacau, em Ilhéus.

 

Comentários