Cotações
Ver todas

24 de novembro de 2015

Em Ponto Novo, deputado e secretário da SIHS discutem segurança hídrica

reuniao em pontonovo

Nesta terça-feira (24), o deputado Eduardo Salles acompanhou o secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, em visita ao município de Ponto Novo. Junto com técnicos da pasta, eles participaram de audiência com o presidente do Comitê da Bacia, Antônio Augusto, e outras lideranças do município. Durante a reunião foram debatidas soluções e medidas para que sejam evitados novos problemas por causa da estiagem.

Entenda o problema
Há quase 20 anos, foi implantado projeto de irrigação ao lado da barragem de Ponto Novo, com oobjetivo de criar postos de trabalho no semiário baiano. “Hoje apenas 1.22 hectares estão produzindo e gerando cerca de 1.500 empregos diretos, números que correspondem a apenas metade da capacidade”, explica Eduardo Salles.

A causa do problema é a falta d’água, que fazcom que seja necessário direcionar a água para municípios vizinhos que sofrem com a seca e precisam do recurso para consumo humano. Em função da escassez de água, a SEMA (Secretaria Estadual de Meio Ambiente) suspendeu a liberação de outorga d’água.

Solução
A solução para o impasse é a construção de novas estruturas hídricas que darão suporte a municípios vizinhos, para que a barragem volte a ser direcionada para a irrigação. “O secretário afirmou que foi autorizado pelo governador Rui Costa a incluir no PAA (Plano Plurianual) o investimento de R$ 15 milhões de reais, para construir os fusegates nas barragens de Ponto Novo e Pedras Altas”, comemora Salles. Fusegates são equipamentos que elevam a altura do sangradouro e, assim, aumentam a capacidade de armazenamento da barragem.

“Outra excelente notícia foi a confirmação do secretário, após minha solicitação e do prefeito Adelson, de universalizar a oferta de água para todos os moradores de Ponto Novo, já que faltam poucas localidades serem beneficiadas”, diz o deputado.

Comentários