Cotações
Ver todas

03 de março de 2016

Eduardo Salles participa de reunião com presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa do Congresso

materia frente parlamentar

Criada em 1998, a Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa é a maior do Congresso Nacional, e responsável por propor e elaborar projetos de lei e fiscalizar medidas que possam beneficiar ou prejudicar o setor.

E para conhecer mais sobre o assunto, o deputado estadual Eduardo Salles, presidente da Frente Parlamentar da Micro, Pequena e Média Empresa da Assembleia Legislativa da Bahia, foi a Brasília nesta terça-feira (2) para participar de reunião com o presidente da Frente Parlamentar Mista do Congresso, o deputado federal Jorginho Mello (SC).

“O objetivo é conhecer cada vez mais a forma como atua a Frente Parlamentar aqui no Congresso. Eles têm quase 20 anos de experiência”, justifica Eduardo Salles. “Nossa intenção é reunir todas as ações exitosas no Brasil para fazermos o Estatuto Estadual”, acrescentou o deputado baiano.

“O vínculo do deputado com a micro, pequena e média empresa é enorme. O setor, mesmo nesta crise, demitiu 200 mil trabalhadores. Já nas empresas grandes esse número é 1000% maior. Somos responsáveis por gerar 98% dos postos de trabalho”, disse Jorginho Mello.

Atualmente, a luta da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa é a aprovação do PL 125, que vai permitir a progressividade, simplificação na cobrança de oito tributos, criação de uma instituição financeira para oferecer crédito, aumentar para 120 meses o prazo do REFIS e outros pontos interessantes ao setor.

“Agora o projeto está nas mãos da relatora, senadora Marta Suplicy (SP)”, informa Mello. “O momento para a aprovação é oportuno. O Brasil em crise e nós matando o micro, o pequeno e o médio, que são geradores de emprego”, reclama o presidente da Frente no Congresso. O regime de urgência para votação do PL 125 já foi aprovado.

Eduardo Salles se colocou à disposição para conversar com a bancada de senadores e deputados federais da Bahia para ajudar a acelerar a votação e aprovar o PL 125.

“Queremos, seja na Bahia ou em âmbito federal, ajudar a diminuir a burocracia e facilitar a vida desses empreendedores responsáveis por gerar empregos no país. Vamos estreitar relações com a Frente Parlamentar do Congresso para melhorar nossos trabalhos no Estado”, declarou Eduardo Salles.

A Frente Parlamentar baiana foi criada em 2015 por iniciativa de Eduardo Salles, que conseguiu a assinatura de todos os outros 62 parlamentares da Assembleia Legislativa.

Comentários