Cotações
Ver todas

09 de março de 2017

Eduardo Salles encaminha Projeto de Lei que sugere mudança no nome da barragem de Seabra para homenagear Bira Araújo

BARRAGEM SEABRA

Um Projeto de Lei, de autoria do deputado estadual Eduardo Salles, sugere mudar o nome da barragem Baraúnas, que será construída em Seabra, para homenagear um dos grandes defensores da implantação dessa obra que vai ampliar o abastecimento de água na região. A sugestão é que a barragem seja batizada com o nome de Bira Araújo, conhecido como ‘Bira do Salão’. A proposta foi encaminhada, nesta quarta-feira (8), pelo parlamentar, à Presidência da Assembleia Legislativa da Bahia.

“Acompanhei desde o início as dificuldades do projeto e vi a luta que meu saudoso amigo, Bira do Salão, enfrentou ao lado de outras pessoas para a construção dessa barragem. Fizemos uma verdadeira força-tarefa que teve a participação do próprio Bira do Salão, do prefeito Fábio Lago Sul, do secretário de Agricultura, João Gomes, sempre com o intuito de levar água em quantidade suficiente e qualidade adequada. Membros participação da sociedade civil de Seabra como Bigu, Lamarque, Nerisvaldo, Ivan, Elivelton Pinheiro e Noélio, também foram importantes para essa conquista”, destacou o parlamentar.

Bira Araújo se mudou para Seabra ainda criança e lutou para solucionar os problemas que surgiam pela falta de infraestrutura, saneamento, saúde, educação básica, entre outros. Seu envolvimento para a construção da barragem em Seabra começou com uma grave falta de água no bairro, onde ele conseguiu mobilizar toda população paralisando parte da BR-242 e chamou atenção das autoridades locais e estaduais para que fosse construída a barragem. Bira morreu em janeiro deste ano após uma crise provocada pela anemia falciforme.

Nesta sexta-feira (10), o governador Rui Costa vai anunciar a ordem de serviço para início das obras em Seabra. A barragem, cujo investimento chegam a mais de R$ 90 milhões, tem recursos oriundos do Ministério da Integração e do governo do estadual. A obra tem como principal finalidade o abastecimento de água às populações das sedes municipais de Seabra, Mucugê, Boninal, Palmeiras, parte de Piatã, além de 180 hectares de irrigação e a regularização da vazão do rio Cochó, beneficiando 65 mil pessoas.

Desde que assumiu o mandato de deputado estadual, Eduardo Salles participou de audiências com representantes da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento), CERB (Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia), e SIHS (Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento) para buscar medidas que agilizassem a construção da obra.

Comentários