Cotações
Ver todas

20 de fevereiro de 2017

Deputado estadual e presidente da Comissão de Agricultura, Eduardo Salles defende a autonomia administrativa e reestruturação da CEPLAC no seu aniversário de 60 anos

FachadaCeplac

Um dos principais defensores da manutenção da autonomia administrativa e ao mesmo tempo da reestruturação da CEPLAC (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira), o deputado estadual Eduardo Salles parabenizou os 60 anos de atuação do departamento em defesa das regiões produtoras de cacau na Bahia e no Brasil, comemorados nesta segunda-feira (20).

“A minha luta em defesa da CEPLAC tem sido constante desde o início do meu mandato como deputado estadual. A instituição vem desempenhado, há 60 anos, um importante trabalho de desenvolvimento regional e diversificação de culturas. Por isso, seguirei trabalhando pela manutenção desta Ceplac com a sua autonomia ”, afirma o parlamentar.

Entre as lutas do parlamentar pela valorização e reconhecimento da instituição está a busca pela realização de concurso público, conseguindo, inclusive, 63 assinaturas dos deputados da Assembleia Legislativa da Bahia pleiteando este objetivo. Hoje a CEPLAC conta com cerca de 1.700 funcionários, número pequeno quando comparado aos 5.000 servidores de anos atrás.

Além disso, o deputado se opôs à proposta da ex-ministra da Agricultura, Kátia Abreu, que propôs o rebaixamento da CEPLAC ao status de Coordenadoria e agora aposta no seu crescimento. “O órgão precisa se renovar e modernizar para continuar trazendo mais avanços e tecnologias à agropecuária”, pondera Eduardo Salles.

A CEPLAC atua desde 20 de fevereiro de 1957 na Bahia, Espirito Santo, Pará, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso.

 

Comentários