Cotações
Ver todas

07 de junho de 2017

Competitividade do óleo de dendê produzido na Bahia e manutenção dos empregos motivam audiência com secretário da SDE

WAGNER E EDUARDO SALLES

Em busca de mais competitividade e manutenção dos empregos gerados pelas indústrias produtoras de óleo de dendê na Bahia, o deputado estadual Eduardo Salles participou de audiência, na terça-feira (6), com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jacques Wagner, e os diretores das empresas Oldesa e  Óleos de Palmas,  Marco Carvalho e Jarbas Araújo.

O parlamentar explicou ao secretário que as empresas, únicas produtoras do óleo no estado, localizadas em Nazaré e Taperoá, estão perdendo competitividade para as indústrias do Pará. “A Bahia é o segundo maior produtor de dendê no país e estas duas empresas geram cerca de 500 empregos diretos, e milhares indiretos, que hoje estão ameaçados em função das dificuldades que estas indústrias estão enfrentando para comercializar seu produto”, explica o deputado.

Entre os pontos citados pelos representantes, está o fato de que, as empresas instaladas no Pará contam com maior redução de impostos. “O nosso pleito é por uma carga tributária mais equilibrada, para que o segmento possa continuar realizando suas atividades e gerando empregos para essas regiões”, acrescenta Eduardo Salles.

“Não podemos permitir que a terra do acarajé, que depende do dendê, deixe espaço para a comercialização do óleo paraense em detrimento de um produto da nossa terra, que movimenta a economia do nosso estado”, conclui.

 

Comentários