Cotações
Ver todas

16 de novembro de 2016

Comissão do Senado debate em Juazeiro Seguro Rural e lei que beneficia 200 mil produtores baianos

ROBERTO MUNIZ E EDUARDO SALLES

O deputado estadual Eduardo Salles confirmou sua participação na sessão especial da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado realiza nesta sexta-feira (18), a partir das 14h, no Grande Hotel de Juazeiro. O evento faz parte do ciclo de palestras e debates sobre Seguro Rural e a aplicação da Lei 13.340, que estabelece a renegociação de dívidas de crédito rural.

“Tenho lutado por essa causa desde a época em que estive secretário estadual de Agricultura. Agora na Assembleia Legislativa sou representante da agropecuária e vou participar para tentar contribuir com o que conheço da realidade dos produtores baianos”, diz Eduardo Salles.  

A sessão especial, explica o senador Roberto Muniz (BA), membro titular da Comissão de Agricultura e ReformaAgrária, faz parte do esforço do Senado para colher sugestões sobre um novo modelo de Seguro Rural, assim como facilitar os desdobramentos da Lei nº 13.340, sancionada em 28 de setembro, que autoriza a liquidação e a renegociação de dívidas do setor rural.

“Parabenizo o senador Roberto Muniz por trazer o debate a Juazeiro e permitir que a sessão especial seja uma ferramenta onde possamos contribuir com o Seguro Rural e a aplicação da Lei 13.340”, ressalta o deputado estadual.

Segundo o senador, a Lei alcança aproximadamente 1,2 milhão de produtores rurais no país e pode beneficiar pelo menos 200 mil produtores na Bahia. Ele defende que os bancos públicos façam uma espécie de mutirão para agilizar o processo de renegociação das dívidas dos agricultores. “Os agricultores precisam começar a trabalhar a terra já agora, para se beneficiar das chuvas de abril e maio”, explica.

Para a mesa que vai debater a Lei 13.340foram convidados o superintendente estadual do Banco do Nordeste, Antônio Jorge Guimarães, o presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins da Silva, o superintendente do Banco do Brasil, Marcos Parisi Ticianeli, e os secretários estaduais Jerônimo Rodrigues (Desenvolvimento Rural) e João Bonfim (Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura).

Comentários