Cotações
Ver todas

13 de abril de 2016

Bruno Dauster fala sobre investimentos chineses em audiência de trabalho da Comissão da FIOL na ALBA

fiol 2
O secretário estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, participou nesta quarta-feira (13) de audiência de trabalho da Comissão Especial da FIOL (Ferrovia Integrada Oeste-Leste) e Porto Sul da ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia). O chefe da pasta falou sobre os novos cenários de execução das obras frente à possibilidade de investimentos chineses.

No mês passado, o secretário esteve na China acompanhando o governador Rui Costa em reuniões com empresas interessadas em investir nas obras. “Bruno Dauster veio nos explicar quais são as novas perspectivas para a ferrovia e o Porto Sul. Fico feliz em ver o esforço que está sendo feito para a materialização da obra, que é de grande importância para toda a Bahia”, disse o deputado estadual Eduardo Salles, membro da Comissão.

Já foram assinados protocolos de intenção entre o governo do estadual e três empresas chinesas. Do trio de investidoras asiáticas, uma demonstrou interesse em executar as obras da ferrovia e outra em trabalhar numa futura ligação da FIOL com a FICO (Ferrovia Integração Centro-Oeste). “As obras vão sair. Estamos negociando com os investidores a utilização de mão de obra brasileira e a nacionalização de componentes, como aço e cimento, para que o conteúdo nacional seja o maior possível”, explicou o secretário. Segundo Dauster, todas as licenças e autorizações necessárias à realização das obras já estão garantidas.

A expectativa do secretário é que o trecho da FIOL que liga Ilhéus a Caetité fique pronto em dois anos, e o Porto Sul em três. “Agora estamos em processo de negociação com o governo federal para decidir a modelagem dos contratos”, disse Dauster.

Comentários