Cotações
Ver todas

09 de fevereiro de 2017

Estratégias para melhorar abastecimento de água em Rio do Pires são discutidas em audiência com presidente da EMBASA

DSCN7275[1]

Nesta quarta-feira (8), o deputado estadual Eduardo Salles, acompanhado do prefeito Vânio de Gildásio, participou de audiência com presidente da EMBASA, Rogério Cedraz, para buscar alternativas que resolvam o processo de abastecimento de água na sede de Rio do Pires, no distrito de Ibiajara e em outros povoados.

A audiência foi marcada após o parlamentar e o gestor de Rio do Pires participarem de reunião, na última terça-feira (7), com o presidente da CERB (Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia), Marcus Bulhões, para pedir informações e propostas que diminuam a dificuldade de abastecimento de água no município.

“Discutimos três grandes estratégias que podem amenizar e resolver a situação da distribuição de água na região”, disse Eduardo Salles.

Na audiência, o prefeito sugeriu uma limpeza na barragem que abastece Ibiajara e a sede de Rio do Pires para que o problema pudesse ser resolvido.  O presidente da Embasa acredita que é a melhor opção, mas não para o momento. “Como a capacidade de armazenamento da barragem é baixa, se fizermos isso agora, poderíamos comprometer a distribuição de água e causar um caos na cidade. Temos que esperar o melhor momento para a ação”, explicou Cedraz.

Segundo o gestor, uma das grandes necessidades da cidade é que o distrito de Ibiajara passe a ser administrado pela EMBASA para que o controle de distribuição e a qualidade sejam controlados pelo órgão. “Para isso, teríamos que construir uma estação de tratamento e nós, nesse momento, não tem recursos suficientes para assumir essa responsabilidade”, explicou o presidente do órgão.

Foram discutidas também a construção de uma pequena barragem com maior capacidade de armazenamento para ter condições de abastecer a região e a exploração de dois poços, já perfurados, que têm boa vazão e é fornecida com a qualidade necessária para uso humano. “Nosso medo é que, caso não chova nos próximos meses, a cidade sofra com a falta d’água’, alertou o prefeito.

Após as sugestões, Cedraz afirmou que na próxima semana mandará um técnico para avaliar todas as opções discutidas.

“Como representante político de Rio do Pires, minha obrigação é tentar sempre levar obras e ações que atendam às demandas da população. A melhoria na oferta de água é uma necessidade de milhares de moradores”, ressalta Eduardo Salles.

Comentários